É necessário levar o animal anualmente ao médico veterinário para fazer o acompanhamento da saúde bucal
Shuttersock
É necessário levar o animal anualmente ao médico veterinário para fazer o acompanhamento da saúde bucal



Aquele bafinho do seu cachorro pode indicar que algo não vai bem na  saúde dele. A higiene bucal bem realizada é a melhor forma de evitar o tártaro, um problema que, além de desagradável, pode gerar complicações graves .


As bactérias da boca podem migrar para outras partes do corpo do cão e ocasionar alterações no coração, rins, pulmão e no aparelho digestivo. “Grandes doenças podem ter como origem uma boca mal cuidada. Quando o cão engole a saliva, ele está levando para dentro do organismo aquelas bactérias”, explica o médico veterinário Paulo Corte Neto, do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP). 

Escove os dentes

A má saúde bucal se inicia com o acúmulo de placa bacteriana que pode evoluir para o tártaro. A escovação é o método mais seguro e eficaz de prevenir a formação da placa. Por isso, desde cedo, é necessário escovar semanalmente os dentes do cão.

Para escovar, recomenda-se o creme dental de uso veterinário. “O tutor vai precisar de muita calma no início e, até virar um hábito, o cão pode apresentar uma certa resistência. Existem cremes dentais com sabor de carne, bacon e frango que podem incentivar ao animal”, aconselha. Além disso, alguns pet shops oferecem o serviço de escovar os dentes junto ao banho e tosa.

Você viu?

Brinquedo e alimentação

Outra alternativa são os brinquedos de borracha, pelúcia ou corda. “Alguns cães têm o ato de morder, esse atrito faz com que remova a placa bacteriana, ajudando na limpeza”. Entretanto, cuidado com ossos naturais que vendem em pet shop. Eles são muito duros e ao morder pode causar fraturas no dente.

No mercado, existe também petiscos anti tártaro que auxiliam na remoção e são utilizados sob indicação do médico veterinário. 

A ração do dia-a-dia também ajuda na remoção da placa. “Os animais que comem alimentação caseira, o cuidado é redobrado, porque não vai ter esse atrito e podem ter mais tártaro”, explica.

Retirada de tártaro

Uma vez que tenha aparecido o tártaro, não adianta tentar removê-lo em casa. A única forma de limpar o tártaro do cachorro é com um médico veterinário e anestesista, submetendo o animal a uma limpeza sob anestesia.

“É bom alertar que esse procedimento não é permitido sem anestesia! Tem alguns profissionais vendendo limpeza sem anestesia, como nós humanos fazemos. Porém os cães envolvem um outro tipo de cuidado. Eles não ficam quietinhos. Mesmo que manso, o aparelho tem que ir embaixo da gengiva e a anatomia é diferente.”, explica.

Por isso, o veterinário aconselha procurar uma equipe preparada e de confiança para realizar o procedimento. 


Visite um veterinário 

É necessário levar o animal anualmente ao médico veterinário para fazer o acompanhamento da saúde bucal. 

Os cães pequenos, por possuírem pouco espaço entre os dentes, têm mais predisposição ao acúmulo da placa e a problemas causados à má higiene bucal. Pedro aconselha uma atenção redobrada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários