Gatinho Chico Vélio
Reprodução Instagram
Gatinho Chico Vélio

A ONG Adote um Gatinho atualizou seu perfil no Instagram, nesta quinta-feira (11), com intuito de parabenizar um ex-auxiliado: o Chico Vélio, que completou recentemente 21 anos.

Na publicação, a organização contou um pouco sobre a história do gatinho, que além de demorar para ser adotado, luta diariamente contra a FIV - uma doença autoimune -, a chamada AIDS felina.

"Alguns de vocês devem se lembrar de mim. Eu me chamava Mexerica - por causa das minhas bochechas que eram enormes. Minha mãe, que na época ainda não era minha mãe, e sim minha tia favorita da ONG, ia sempre pro abrigo mais cedo para poder ficar um tempinho comigo. Ela sempre foi apaixonada por mim, mas já tinha uma família grande de gatinhos, então queria me ajudar a achar uma outra boa família", iniciou a postagem.

"Porém, ninguém me levava pra casa. Acho que por preconceito por eu ter FIV ou, sei lá, pode ser também porque eu já era velhinho. Então depois de um tempo ela decidiu me adotar, porque sempre sentiu que éramos mãe e filho", continuou.⠀

Adotado em 2016, Chico Vélio completou 21 anos dia 02 de fevereiro. O marco vai contra as expectativas da ciência que estipula que gatos vivem cerca de 2 a 16 anos.

No perfil da ONG Adote um Gatinho, Chico recebeu uma série de elogios e parabenizações. "Que história linda, parabéns ao gatão. Muitos anos de vida", disse uma fã. "Amei, que fofura!", disse outra.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários