Tamanho do texto

Dentre as doenças, problemas respiratórios são os que mais atingem esta espécie

canário belga é um pássaro de pequeno porte, coloração amarela e bastante comum nas casas brasileiras. Ele chama bastante atenção pela sua aparência fofa, com cabeça pequena e estreita, pernas longas, peito arredondado e cheio. É a típica espécie para quem é amante das aves.

Conheça as espécies de pássaros para quem mora em apartamento

Ele é conhecido pela sua poderosa voz, sempre cantando e alegrando o ambiente. Adapta-se a qualquer tipo de família, sendo perfeito para donos iniciantes. Esta ave adora a companhia de seres humanos e costuma cantar para recebê-los. Apesar de todas as qualidades do canário belga , ele não está imune às doenças.

A espécie não costuma ter muito problemas de saúde se for bem cuidada pelos proprietários. Oferecer uma boa alimentação e levar regularmente ao veterinário costuma ser o suficiente para garantir uma boa vida. Mas, se você deseja se precaver e estar atento ainda mais aos cuidados do seu canário belga, veja quais são as doenças que mais atingem esta espécie.

O canário belga é saudável, mas não esta imune as doenças
Reprodução Pinterest
O canário belga é saudável, mas não esta imune as doenças


Problemas respiratórios

O canário belga tem forte tendência a ter problemas respiratórios. Dentre todas as doenças, estas são as que atingem mais facilmente a ave, veja quais são.

Coriza

Esta enfermidade atinge o animalzinho em cheio. Dentre os sintomas, estão a falta de vivacidade, anorexia, corrimento nas narinas - o que pode se tornar um ranho purulento – e tosse costuma sempre aparecer. Observe quando a respiração do animal começar a ficar difícil e se a mucosa esta congestionada, possivelmente será coriza. Leve-o ao médico para receber o tratamento adequado.

Pneumonia

Tome muito cuidado para seu canário não contrair pneumonia, pois ela pode ser fatal. Os sintomas deste problema são a respiração difícil, o bico ganha um tom violeta, febre, asas caída, penas eriçadas e falta de vivacidade. É possível evitar a pneumonia através de atitudes simples: não deixe a gaiola em locais com fortes correntes de ar e impeça que o animal sofra mudanças buscas de temperatura.

Dicas para ajudar um pássaro ferido e evitar possíveis acidentes

Aerosaculite

Esta doença é perigosa e deve ser evitada a todo custo. Ela é causada por agentes infecciosos que atacam os pulmões e, quando há a inflamação dos sacos aéreos, chama-se aerosaulite. As causas podem ser diversas, entre elas a inalação de gases irritantes, ácaros e agentes infecciosos como vírus, e fungos. Os sinais, nos casos agudos, são abatimento, perda do apetite, corrimento nasal e respiração difícil e ruidosa. A doença atinge diretamente as cordas vocais do animal, fazendo com que ele pare de cantar. Também causa infertilidade.

Asma

Assim como nós humanos, a asma é um problema grave e que precisa ser tratada antes de piorar. Dentre os sintomas, é possível observar a respiração difícil da ave com emissão de pequenos gemidos e vários acessos asmáticos muito intensos. Nos casos mais graves, causa imobilidade, olhos entreabertos e queda das penas. Se a asma não for detectada rapidamente e tratada, o canário pode facilmente morrer por asfixia.

Leve regularmente seu canário ao veterinário para garantir a boa saúde
Reprodução Pinterest
Leve regularmente seu canário ao veterinário para garantir a boa saúde


Ácaros respiratórios

Como o próprio nome já diz, esta doença é causada por ácaros que atingem o sistema respiratório. Ela pode atingir o animal em maior ou menor grau. Os sintomas mais frequentes são acessos asmáticos repentinos, geralmente acontecem no final do dia ou após as refeições. Após as crises, a ave volta aparentemente a um estado normal. Além disso, pode ocorrer acesso de tosse com expectoração, plumagem desalinhada, respiração penosa, sibilante e com assobio.

O tratamento dado pelo veterinário costuma ser isolar o canário doente, primeiramente, desinfetar a gaiola diariamente e ir aplicando uma medicação ao longo dos dias. Não havendo a melhora do pássaro, o mesmo não está acometido de ácaros, devendo ser tentado outro tratamento.

Parasitas 

Nenhum pássaro esta livre dos parasitas na pelagem, e os canários não são diferentes. Ácaros e piolhos são os mais comuns e atacam a pele e as penas, colocando em risco a saúde do animal. Eles geralmente aparecem quando a gaiola não é limpa de forma adequada. Então, para evitar estes bichinhos incômodos é bem simples: basta limpar regularmente e profundamente a gaiola, nunca deixando de aplicar produtos para prevenir parasitas.

Conheça os sintomas e tratamentos das principais doenças de pássaros

Acariasis nas patas

Assim como acontece com os parasitas, esta doença também se manifesta quando a gaiola não é limpa adequadamente. Ela pode ser vista quando o canário apresenta crostas e feridas nas patas, que podem levar a deformação e até a morte. Novamente, para evitar a acariasis, limpe regularmente a gaiola.

Colibacilose

É bastante comum nos canários e também pode ser transmitida pra os humanos, tornado a doença mais perigosa ainda. Ela é contraída quando a ave ingere alimentos ou água contaminada. Dentre os sintomas, estão falta de energia, sono e diarreia na cor verde. Dê muita atenção caso veja alguns destes sinais em sua ave, pois, se não for tratada a tempo, colocará em risco a sua saúde. 

Fique atento a sinais estranhos, pois podem significar doença
Reprodução Pinterest
Fique atento a sinais estranhos, pois podem significar doença


Parasitas intestinais

Os parasitas intestinais aparecem quando o comedouro e bebedouro não são devidamente limpos. Às vezes, os donos não se atentam a higiene destes recipientes, mas eles precisam de limpeza diária para evitar esta condição. Perda de apetite e peso, sonolência, falta de energia e manchas brancas nas fezes estão entre os sintomas desta doença. 

Coccidiosis

Esta doença é produzida por infecção de outros animais, normalmente através da água e dos alimentos. Ela é uma das mais perigosas da lista, pois, uma vez que os sintomas aparecem, geralmente o canário morre dentro de alguns dias se não receber o tratamento. Os sinais são diarreia com sangue, baba no bico e perda de peso. Uma forma simples de evitar a coccidiosis é realizar regularmente a higiene da gaiola e recipientes. 

Independente da doença, você precisa diariamente estar atento a saúde da sua ave. Observe sempre alguns sinais que são alertas para enfermidades, por exemplo:

  • Penas opacas e quebradiças
  • Sonolência excessiva
  • Bico, unhas e pés com escamação
  • Perda de apetite e peso
  • Chiado na respiração
  • Olhos vermelhos ou inchados, espirro ou tosse
  • Fezes com coloração diferente  

Saiba como ministrar remédio em pássaros usando conta gotas

Se notar algo assim, leve o canário belga imediatamente ao veterinário para ele diagnosticar o problema e indicar o tratamento correto. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.