O uso do conta gotas para aplicação do remédio irá depender da recomendação do veterinário

Os pássaros, assim como todos os animais, acabam ficando doentes algum momento da vida. No caso das espécies de estimação, estão sob nossa responsabilidade e cabe a nós cuidar da sua saúde. Então, para evitar qualquer enfermidade, a recomendação é levá-los regularmente ao veterinário. 

Veja mais:  Conheça os sintomas e tratamentos das principais doenças de pássaros

No entanto, nem sempre conseguimos evitar que nossa ave fique doente e, quando isso acontece, precisaremos nos dedicar até ela ficar boa. O tratamento irá depender do tipo de doença e só o profissional pode dizer qual é. Mas, para ajudar proprietários que nunca cuidaram de pássaros doentes, iremos dar dicas para ministrar remédios usando conta gotas. 

Pássaros dificilmente ficam doentes, mas não são imunes
reprodução shutterstock
Pássaros dificilmente ficam doentes, mas não são imunes

Primeiramente, saiba que nem sempre o medicamento será aplicado através de um conta gotas. Irá depender da doença, do temperamento da ave e até da sua experiência. Por isso, leve o animal ao veterinário e ele determinará qual a melhor técnica de medicação: oral, injeção, gavagem - mistura de remédio e alimento - ou colocando o medicamento no meio da comida ou água. 

Se no seu caso a técnica determinada for a oral, será preciso aprender a ministrar usando um conta gotas. Peça ajuda ao médico ou a alguém experiente para que demonstre a melhor forma de aplicação. Se estiver inseguro, peça para um profissional colocar o remédio no seu pássaro na primeira vez. Desta forma você aprende e vai ganhando confiança para as próximas vezes. 

Mais:  Dicas para ajudar um pássaro ferido e evitar possíveis acidentes

Quando chegar sua hora de aplicar, encha o conta gotas com a dose prescrita da medicação e coloque-o em um local de fácil alcance. Vá até a gaiola e, com cuidado, capture a ave e a mantenha presa suavemente na sua mão. Se preferir, pegue-a usando uma toalha e deixe o pássaro enrolado nela. É importante manter a cabeça exposta e inclinada para cima, permitindo o acesso à boca. 

Segure as asas e a pernas para evitar ferimentos ou fuga. Não prenda o animal muito forte, pois isso pode atrapalhar a respiração e causar ferimentos ou morte por asfixia. Apenas mantenha sua mão firme. Por último, coloque o conta gotas no canto da boca e aplique lentamente o remédio, apertando a bomba do conta gotas para pingá-lo entre a parte superior e a inferior do bico. Com calma devolva o animal para a gaiola. 

Tenha bastante cuidado na hora de aplicação do medicamento
Reprodução Pinterest
Tenha bastante cuidado na hora de aplicação do medicamento


Dicas para a aplicação do medicamento

  • Se o seu pássaro for tranquilo e calmo , veja se ele aceita receber o remédio sentado no poleiro. Alguns animais não vêem problema e facilita para o dono. Tente este método antes de pegá-lo com a mão. 
  • Não esqueça de fechar as portas e janelas durante a aplicação. Você pode não conseguir manter a ave calma e ela fugirá das suas mãos. 
  • Fique tranquilo e relaxado e não agite o pássaro com movimentos bruscos.
  • Escolha um cômodo silencioso e mantenha outros animais e pessoas desconhecidas distantes.

Alguns cuidados

  • Se a sua ave é conhecida por bicar, arranhar ou não estiver acostumada a ser manuseada, use luvas de proteção. Grandes pássaros podem causar ferimentos graves. 
  • Caso o animal esteja muito inqueito ou tente constantemente se soltar, o melhor é colocá-lo novamente na gaiola e tentar aplicar o medicamento outro momento.
  • Para quem tem cães e gatos em casa, prenda-os quando for dar o remédio, pois, se a ave escapar, poderá ser seriamente ferida ou até morta.

Leia também:  Conheça as doenças que mais atingem o periquito australiano

Os pássaros não estão acostumados a serem manuseados, então tenha bastante cuidado quando for pegá-lo. É importante que ele fique relaxado e receba corretamento o remédio. Na presença de dúvidas sempre consulte um veterinário. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.