Maxi, a tartaruga fujona
Simon Czapp / Solent News & Photo Agency
Maxi, a tartaruga fujona

A tartaruga de estimação de um homem do Reino Unido estava desaparecida desde que fugiu de casa há um ano. O pet foi encontrado a pouco mais de 800 metros de distância de casa, segundo informações do Telegraph.

A tartaruga de 14 anos se chama Maxi, e escalou uma cerca de 30 centímetros de altura em Cobble Bisset, Wiltshire, em agosto de 2020. A pequena tartaruga percorreu sua jornada cheia de aventuras a uma velocidade média de 0,000112654 kh/h.

Após um ano, Susie Thomas e sua vizinha Linda Rogers estavam passeando com um cachorro por uma fazenda quando tropeçaram em Maxi. “Tive muita sorte de Maxi estar no caminho que estávamos caminhando, pois o campo não é um local público - estávamos passeando com o cachorro do dono da fazenda, então tínhamos permissão para estar lá, caso contrário não teríamos encontrado”, disse Susie.

Caso a tartaruga não tivesse encontrado suas duas salvadoras, provavelmente teria sido esmagada por um trator durante a colheita. As duas mulheres levaram o réptil para casa e procuraram nas redes sociais por possíveis tutores de tartaruga que estivessem sentindo falta do pet.

Você viu?

Distancia percorrida por Maxi em um ano
Simon Czapp/Solent News & Photo Agency
Distancia percorrida por Maxi em um ano

“Fizemos questão de pedir aos possíveis donos que descrevessem a tartaruga e enviassem as fotos primeiro, para que pudéssemos ter certeza de que a entregaríamos para a pessoa certa”, disse Susie, que é estudante de economia comportamental.

Se passaram três dias até que um homem chamado Ruaidhri Jukes entrasse em contato, ele era o tutor de Maxi e  identificou o animal por um microchip que havia em seu casco. “Ele normalmente passava a maior parte do tempo em seu recinto durante o verão e não sei como ele escapou - ele simplesmente não estava mais lá”, disse Ruaidhri, segundo o Telegraph .

Ruaidhri conta que já havia perdido a esperança de encontrar a tartaruga. “Ele já escapou antes e ficou perdido por um período de tempo semelhante. Então, no começo, eu estava confiante de que ele poderia voltar sozinho”, disse. “Pouco antes de ele voltar, eu tinha basicamente perdido as esperanças, mas ele foi encontrado e voltou para casa. É louco”.

Maxi e seu tutor Ruaidhri Jukes
Simon Czapp/Solent News & Photo Agency
Maxi e seu tutor Ruaidhri Jukes

Maxi voltou para casa, onde está seguro e passará por um acompanhamento veterinário.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários