Os hamsters são alguns dos roedores de estimação mais famosos
Shuttersock
Os hamsters são alguns dos roedores de estimação mais famosos


Os  roedores são pets que passam despercebidos algumas vezes. Porquinhos-da-índia, camundongos,  hamsters e o ratinhos twister, por exemplo, são uma alternativa muito legal para quem procura um amiguinho inteligente e que não demande tantos cuidados e muito  espaço para viver, mas não se engane: eles exigem atenção de seus tutores e algumas particularidades devem ser consideradas. 

O Canal do Pet conversou com o médico veterinário Carlos Moraes, especialista em pequenos roedores, e traz orientações importantes para você manter o seu pet sempre limpo e saudável.


Antes de tudo, é importante que seu roedor tenha espaço o suficiente para que fique confortável no seu dia a dia, a gaiola ou cercado deve ser pensada e escolhida com cuidado, com preferência aos modelos que tenham paredes vazadas para que seu interior não fique muito quente, pois esses animaizinhos são muito suscetíveis às mudanças de temperatura. Então fique muito atento ao local onde colocará a casinha do pet.

O tamanho mais indicado para gaiolas é de, pelo menos, 90 x 46 x 56 cm, que tenha um piso sólido e com forro fofinho. Forrar com uma cama natural é uma ótima opção, por permite que ele fique quentinho quando quiser.


Alimentação 

Ao contrário dos hamster , ratos e camundongos, que são roedores onívoros, os porquinhos-da-índia são herbívoros, então nada de pedacinhos de carne para eles. Esses roedores se adaptam muito bem a uma dieta saudável que contenha feno, ração e certos tipos de verduras. Para os mais jovens, até seis meses,  porquinhas grávidas e lactantes, é recomendado o feno de alfafa, que é mais rico em calorias, cálcio e proteína. As verduras escuras e folhosas são preferidas por possuírem mais vitaminas e minerais. Para a introdução de verduras na alimentação, é melhor conversar com o médico-veterinário do seu pet.

Ofereça sempre rações de boa qualidade para o seu pet
shutterstock
Ofereça sempre rações de boa qualidade para o seu pet


Os roedores, assim como os humanos, não sintetizam sua própria vitamina C,  então deve-se introduzir alimentos com alto teor desta vitamina, como o pimentão vermelho, ou suplementos específicos.  

Para beber, é fundamental deixar sempre água fresquinha e filtrada, para que o seu pet se mantenha bem alimentado, hidratado e feliz.

Talheres 

Dê preferência a comedouros de metal e pesados, para que não sejam arrastados. Os bebedouros automáticos, do tipo mamadeira, com bico de inox são os mais indicados, pois são resistentes a mordidas.

Você viu?

Socialização e exercícios

Uma pequena família de camundongos
Pixabay
Uma pequena família de camundongos

Lembre-se que os roedores são pets muito ativos e costumam ficar acordados, em média, 20 horas por dia, por isso precisam de espaço para andar e brincar. Eles também gostam muito de socializar, geralmente vivem muito bem em duplas ou bandos e adoram brincar com seus papais humanos. Contudo, de início, é importante que se tenha cuidado com a aproximação desses pets com as pessoas, o contato deve ser gradual, para que eles se acostumem e gostem dessa atividade, logo eles estarão mais próximos e demonstrando todo o amor e carinho.

É aconselhado que você o solte em um local seguro e com temperatura amena, para que ele se exercite, caso não tenha um local apropriado. Brinquedos para roedores como túneis e rampas são excelentes para serem adicionadas à residência desses roedores.

Atenção: Por serem animais que, na natureza, são prezas naturais, jamais deixe que fiquem soltos em locais abertos, pois podem estar suscetíveis a predadores naturais, como aves e gatos.

Cuidados com a saúde

Peça a orientação de um veterinário para o manuseio adequado do seu roedor
Pixabay
Peça a orientação de um veterinário para o manuseio adequado do seu roedor

É importante ter cuidado com a saúde do seu pequeno e ter atenção aos dentinhos. Os cuidados com o seu roedor devem começar cedo, com o acompanhamento feito por um médico-veterinário de sua confiança, de preferência que seja especialista em animais silvestres e exóticos, que irá orientar a como fazer melhor manejo do seu bichinho, seja em relação à alimentação, banhos higiênicos e até cuidados com a saúde dental do seu roedor.

Em relação à saúde bucal, é importante saber que os dentes nunca param de crescer, portanto, a mastigação e a trituração do feno contribuem para dentes saudáveis.  

Alguns brinquedos para roedores podem ser adicionados à rotina, mas tome cuidado, caso tenha dúvidas do que oferecer ao seu roedor, sempre pergunte ao veterinário, nesses casos ele sempre será o seu melhor aliado.

Observe o comportamento do seu pet, como a alimentação e a defecação, isso é muito importante. Caso algo não esteja fora de sua frequência normal, procure o seu médico-veterinário.

Higiene

Hamster na gaiola
Pixabay
Hamster na gaiola

Mantenha o ambiente em que o animal vive e seus objetos sempre bem limpos, utilize água e sabão próprio para roedores. Além disso, a gaiola deve estar sempre bem seca. Se mesmo assim o seu animal acumular muita sujeira, sem que ele consiga remover com a própria língua, você pode realizar a escovação dos pelos, usando uma escova de cerdas macias e naturais. Panos úmidos ainda podem ser usados para limpar as genitais e as patinhas.

banho não é indicado como algo de rotina, mas não se preocupe, seu bichinho não ficará com cheiro ruim. Existem alguns kits para roedores, com pentes para pelos sedosos que irão garantir a manutenção de sua pelagem. A higienização do hamster não deve ser feita a base de banhos com água ou shampoos destinados a outras espécies de pets.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários