Tamanho do texto

Hamster, porquinho da índia, rato e coelho são alguns dos mais comuns roedores de estimação, e cada um deles têm características específicas

Quando falamos em roedores de estimação, os primeiros nomes que vem na cabeça são hamsters, coelhos e porquinhos da Índia. E apesar de serem classificados da mesma maneira, estes animais tem diferenças importantes entre si, que valem a pena serem estudadas antes de adquirir um deles.

Leia também: Você sabe diferenciar um gato Siamês de um vira-lata? Explicamos as diferenças

Ao ficar em dúvida antes de escolher qual dos  roedores de estimação será seu próximo pet, leve em conta o tamanho da gaiola, tipo de alimentação, limpeza e cuidados no geral. Iremos falar sobre três destes animais: Hamster, porquinho da índia e coelho, que são alguns dos mais famosos nas casas dos brasileiros. 

Hamster

Os hamsters são bem pequenos, e diferente de ratos eles não possuem cauda. Por esse motivo eles ficam muito mais vulneráveis à variações de temperatura, já que o rabo controlaria essa função. Essa é a maior diferença desse roedor em comparação aos outros. Além disso, eles também são conhecidos por estocarem comida nas bochechas, pois esse animal tem uma espécie de "saco" dentro da boca que possibilita que ele coloque bastante alimento dentro dela. 

A gaiola para um hamster deve ser ampla, porém com as grades estreitas para que o animal não fuja. É importante que o bicho tenha um bebedouro do tipo mamadeira, uma roda de exercícios, um comedouro tigela e uma casinha para ser sua toca. A forração também é muito importante, podendo ser de serragem, areia sanitária, pallets de madeira e granulado de celulose. Ao escolher uma gaiola de dois andares, é bom ter uma estrutura de escorregador ou semelhante para que o animal não se machuque ao ir de um andar para o outro. 

Por serem onívoros, os hamsters podem comer de tudo, mas é sempre importante fornecer uma ração de qualidade que dê ao animal todos os nutrientes necessários para ser saudável. Oferecer vegetais e frutas é permitido, desde que não seja alface, tomate e pêssego. 

Os hamsters são alguns dos roedores de estimação mais famosos
Shuttersock
Os hamsters são alguns dos roedores de estimação mais famosos


Porquinho da índia

Apesar de terem esse nome, os porquinhos da índia não vieram de lá. Na verdade esse animal é aqui da América Latina, e é um parente próximo das capivaras. Por serem originários da Cordilheira dos Andes, esse roedor é sensível à temperaturas muito quentes, sempre tendo que ficar em lugares frescos e com sombra. 

A gaiola para um porquinho desses deve ser térrea, com forração semelhante à dos hamsters, mas principalmente deve ter algo para que o animal possa roer e gastar seus dentes. Caso contrário, dentes muito grandes podem perfurar a boca do pet, causando graves lesões e até a morte. Esse animal também pode ficar em um cercadinho, mas nesse caso é necessário forrar o chão com fraldas higiênicas e ficar de olho para que outros pets não invadam o ambiente.

A base alimentar desse animal é o feno, que é de extrema importância para que o porquinho da Índia seja saudável. Esse tipo de alimento garante que o intestino do animal funcione corretamente, e previne as doenças dentárias. Além do feno, o roedor pode comer a ração adequada e alguns vegetais, mas de forma limitada. A suplementação de vitamina C para esses animais é importantíssima, pois sem ela eles podem desenvolver escorbuto

O Porquinho da Índia precisa de alguns cuidados especiais para não desenvolver doenças como o escorbuto
shutterstock
O Porquinho da Índia precisa de alguns cuidados especiais para não desenvolver doenças como o escorbuto


Coelho

Muito comuns entre as crianças, os coelhos são animais que precisam de atenção e afeto, assim como qualquer outro. Porém eles precisam de um cuidado especial com sustos: por serem presas fáceis, os coelhos estão sempre alerta, e por isso é bom evitar sons altos e movimentos bruscos perto deles, para que não se assustem.

Por terem orelhas muito grandes, os coelhos precisam de uma atenção maior nessa parte do corpo. Verificar se elas estão sempre limpas e sem cera em excesso. O nariz deve estar seco e limpo, e os olhos têm que ser brilhantes. Se o pet estiver muito cansado, com manchas na íris ou nariz escorrendo, algo está errado.

A gaiola deve ter um andar e ser relativamente grande, porque esse animal não é tão pequeno. Tome cuidado com fios e móveis, porque os coelhos gostam de roer o que está pela frente. Utilize serragem para forrá-la e limpe-a sempre, porque a urina desse animal tem cheiro forte. O bebedouro em forma de mamadeira e a tigela de comida devem ser proporcionais ao tamanho do pet.

Leia também: Saiba quais doenças são mais comuns em gatos Persas e como evitá-las

Para a alimentação utilize ração e evite folhas claras, porque estas podem causar diarréia e o animal pode falecer. Cenoura e frutas podem ser oferecidas de forma moderada para não afetar o peso do coelho.

Para preservar a saúde do coelho, é importante conhecer os alimentos proibidos
reprodução shutterstock
Para preservar a saúde do coelho, é importante conhecer os alimentos proibidos


Agora que você já conhece esses três roedores de estimação , é só escolher qual deles se adequa melhor ao seu estilo de vida. Lembre-se que todo animal precisa de carinho, atenção e cuidado, então adote com responsabilidade.