Porquinhos-da-Índia são considerados animais muito dóceis e carinhosos , além de sua fofura chamar a atenção de qualquer um! Embora sejam roedores de fácil convivência e que não necessitem de tantos cuidados, sua higiene é um fator que os donos desse pet devem ter atenção.

Tiago Perez, especialista em animais silvestres da Amahvet, contou ao Canal do Pet que a má higiene do porquinho-da-índia pode resultar em graves problemas à saúde do animal, como problemas no trato urinário (cistites), nós nos pelos, e consequentes dermatites por contato com urina e fezes.

porquinho-da-índia
shutterstock
Cuidados especiais devem ser tomados com porquinho-da-índia


Como cuidar da higiene do meu porquinho-da-índia?

De acordo com o especialista há uma série de fatores a se atentar. Primeiro, é o local onde fica o seu porquinho-da-índia. Ele também deve ser higienizado, seja gaiola ou outro local que preferir abrigá-lo. É essencial que isso seja feito diariamente. Quanto ao substrato, o profissional recomenda que seja de ''granulado de madeira'' ou ''pano soft''', que facilitam o trabalho do dono.

A escovação dos pelos do pet é outro fator importante. Ela deve ser feita com uma escova com cerdas moles (de plástico) para não machucar a pele do animal. Em caso de porquinhos-da-índia de pelo longo, esse procedimento será necessário ser feito diariamente para a remoção dos fios embaraçados ou soltos. Os com pelagem curta podem ser escovados esporadicamente.

Eles podem tomar banho?

De acordo com Tiago Perez, não é recomendado dar banho no bichinho. Isso porque eles podem ficar muito estressados e até ter parada cardiorrespiratória decorrente do estresse ao serem manipulados. Mas, se eles estiverem muito sujos por algum motivo específico, banhos raros podem acontecer. O especialista recomenda que eles sejam feitos por um banhista experiente, paciente e cuidadoso.

Para quem se sente totalmente seguro para realizar esse procedimento, recomenda-se usar um recipiente raso com água para molhá-lo do pescoço para baixo, evitando áreas sensíveis da parte do rosto, como os ouvidos. Em seguida, o dono deve usar shampoos próprios para roedores, hipoalergênicos ou aqueles usados em bebês. Eles devem ser secos completamente para evitar que a pele fique sujeita a dermatites.

O especialista ainda ressalta partes do pet que exigem maior atenção. ''É recomendado toda semana fazer a higiene das genitais com solução fisiológica tanto em machos e fêmeas que acabam acumulando sujeira'', finaliza.

    Veja Também

      Mostrar mais