O Affenpinscher faz parte das raças do Grupo Toy
shutterstock
O Affenpinscher faz parte das raças do Grupo Toy

De origem alemã, o Affenpinscher foi originalmente criado para servir como caçador de ratos em estábulos em meados dos anos de 1600, mas não demorou muito para que conquistasse um espaço também dentro dos lares – onde mantinha as cozinhas livres de roedores durante o dia e aquecia as camas das mulheres durante a noite.

O nome Affenpinscher em alemão significa algo como “cão macaco”, devido ao formato da cara do cãozinho. Na França, onde também se tornou muito popular, a raça recebeu o apelido de diabinho bigodudo (diablotin moustachu), por causa dos pelos desgrenhados.

Apesar de ser considerada rara até hoje, os pequenos Affens já apareciam em obras do estilo xilogravuras de artistas como Albrecht Durer, por volta de 1400. Na mesma época, a raça também era representada nas pinturas de Jan van Eyck. 400 anos mais tarde também foi vista em pinturas de Pierre-Auguste Renoir.

No século 19, o desejo por cães cada vez menores fez com que o Affen fosse cruzado com cães de raças como Pinschers e Pugs, a ideia era que mulheres pudessem levar os cães de estimação para todos os lugares. O Affen também é tido como ancestral direto de raças como Griffon de Bruxelas e Schnauzer Miniatura.

Muito popular na cidade de Munique e em outros lugares da Alemanha, o padrão da raça começou a ser estabelecido somente em 1902, pelo Berlin Lapdog Clube, sendo finalizado somente em 1913. Nos Estados Unidos, o sucesso da raça foi prejudicado pelos eventos da Primeira Guerra Mundial, que voltou a ganhar algum destaque em 1920 – sendo novamente interrompido pela Segunda Guerra Mundial.

Mesmo em baixa, o American Kennel Club registou o primeiro Affenpinscher em 1935, um cão chamado Nollie v. Anwander. Em 1950, após a guerra, criadores estadunidenses mostraram novamente interesse na raça.

Em 2002, um cão chamado Ch Yarrow’s Super Nova venceu uma competição de cães do tipo Toy no Westminster Kennel Club Show e, em 2013, outro Affen chamado Banana Joe venceu o prêmio “Best in Show”, do Westminster Kennel Club. Esses cães se destacaram em categorias como agilidade, obediência e terapia.

A personalidade do Affenpinscher

Jack Nicholson em cena do filme
Gracie Films
Jack Nicholson em cena do filme "Melhor é impossivel",

Um cachorro pequeno, agitado e destemido, assim é descrito o Affenpinscher. Conhecido por gostar de subir em locais altos para poder observar melhor o ambiente (e talvez mais um motivo para o nome “cão macaco”), o Affen não se sentirá amedrontado em saltar de camas, sofás ou onde quer que suba e isso requer um grande cuidado por parte dos tutores, já que o cão pode se machucar nessas aventuras dentro de casa.

É uma raça que adora brincadeiras dentro e fora de casa, pode viver bem em apartamentos, desde que tenha atividades diárias, como passeios ao ar livre. O Affen é do tipo de cão pequeno que não tem noção do próprio tamanho e pode tentar encarar outros cães bem maiores do que ele, até mesmo pessoas. Esse perfil corajoso faz com que, mesmo muito pequeno, seja também considerado um cão de guarda, por avisar aos tutores sempre que notar a presença de estranhos.

É um pet inteligente e fácil de adestrar, podendo ser também um pouco teimoso, mas nada que alguma paciência e reforço positivo não resolvam. Por ser um cão territorialista, precisa ser bem socializado para a convivência com outros animais de estimação. É muito protetor com todos da família, mas por ser bastante agitado em alguns momentos, é preciso ter cuidado na hora das brincadeiras com crianças menores.

Cuidados com a higiene

O Affenpinscher foi usado para caçar pequenos roedores em estábulos na Alemanhã, mas aos poucos conquistou um lugar também dentro dos lares
WikiCommons
O Affenpinscher foi usado para caçar pequenos roedores em estábulos na Alemanhã, mas aos poucos conquistou um lugar também dentro dos lares

Por ter pelos longos e desgrenhados nos bigodes, é indicado que sejam secos diariamente – especialmente após ingerir água ou alimentos úmidos, para evitar possíveis problemas de pele e proliferação de fungos.

Tem uma pelagem curta, mas volumosa e grossa, precisa ser cuidada frequentemente com escovações de uma a duas vezes na semana. A tosa pode ser feita a cada seis meses, além das tosas higiênicas que podem ser feitas junto aos banhos.

Os banhos não precisam ser tão frequentes, a menos que o pet se suje em alguma brincadeira ou passeio, uma vez por mês já será o suficiente. Uma curiosidade é que o Affen é considerado um cão hipoalergênico, sendo indicado para pessoas que sofrem com alergia a pelos de animais.

Cuidados com a saúde

Um cão pequeno da raça Affenpinscher
Ida Damkilde/Pixabay

Um cão pequeno que não tem noção do próprio tamanho

No geral é um cão saudável e disposto, mas pelo tamanho reduzido e focinho achatado (braquicefalia) pode ter alguns problemas, especialmente em mudanças bruscas de temperatura. Em dias mais quentes esse pet pode sofrer com crises respiratórias, portanto é melhor evitar atividades físicas. O Affenpinscher entra na categoria de  cães que não devem ser criados fora de casa.

Os olhos desse cão são proeminentes, o que requer atenção a possíveis ferimentos caso esbarrem contra algum objeto, o que pode causar problemas como  úlcera de córnea.

No mais, é bom ter cuidado com brincadeiras, por ser um cão de porte pequeno pode se machucar com certa facilidade. Ter uma alimentação regrada e manter consultas regulares ao médico veterinário.

Para garantir que o seu pet terá toda a ajuda sempre que precisar, iG Pet Saúde está com novos planos. Cães e gatos podem contar com consultas de rotina e de emergência, cirurgias, vacinas e muito mais.  Conheça todas a vantagens de se ter um plano de saúde pensado especialmente para você e para o seu pet!

Acompanhe o Canal do Pet  e os maiores destaques do  Portal iG no Telegram!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários