Tamanho do texto

Sem uma das patas dianteiras Gus não podia brincar na neve com sua família, até que um dia sua dona decidiu que resolveria o problema de forma criativa

Gus é um cachorro deficiente que nasceu com má formação das patas dianteiras. Quando ainda era filhote, uma delas teve que ser amputada, e a outra não se desenvolveu de forma correta. Desde pequeno, o cão utiliza suas patas traseiras para se locomover.

Leia também: Principal competição de agility da América acontecerá em São Paulo

cachorro deficiente utiliza prótese para praticar snowboarding
YOUTUBE / REPRODUÇÃO
Cachorro deficiente com prótese se diverte na neve


Sua dona, a norte-americana Melody Rezzonico, investiu em uma prótese de rodinhas adaptada para o cachorro deficiente ficar em casa, mas mesmo assim ele não podia curtir as férias na neve com sua família. 

Mas Melody não desistiu de levar seu cão para se divertir nas montanhas nevadas do Colorado. Depois de pesquisar muito na internet, a norte-americana encontrou uma loja no estado da Virgínia que produzia pranchas de Snowboard adaptadas para cães com deficiência. Agora o animal de estimação poderia aproveitar a neve como nunca.

Leia também: Cachorro carente não dorme sem objetos que lembrem sua família

A dona até gravou um vídeo do momento em que Gus se diverte na neve com sua prótese:


Apesar da adaptação de Gus ter sido difícil no primeiro momento, ele não desistiu. Após dias se movimentando com a prótese, ele finalmente conseguiu brincar com seus irmãos cachorros, Gertie e Gunner.

Leia também: Saiba para que serve, como e quando usar malte para gatos

Gus foi adotado por Melody há um ano, e desde então os dois se tornaram inseparáveis. Mesmo sendo um cachorro deficiente , ele prova que tudo é possível com perseverança, até fazer snowboarding sem as patas dianteiras.