Tamanho do texto

Otávio foi retirado de uma casa onde ele e outros cachorros viviam em situação precária

Quando adotamos um cão resgatado de maus-tratos, temos que ter em mente que ele pode ter alguns medos e traumas adquiridos ao longo de sua vida. Otávio nem sempre foi feliz e peludo como nas fotos que sua dona Joice Lamas posta nas redes sociais. Quando chegou no abrigo, ele tinha a pele toda machucada e muito receio de humanos. 

Leia também: Cachorro cego ganha melhor amigo que também é seu cão-guia

Isso foi sendo trabalhado ao longo dos meses, e agora, para quem tinha medo de pessoas, o  cão resgatado se tornou um animal que ama carinho e ficar perto de seus donos. Joice disse em seu FaceBook que um dos traços que mais chamam a atenção dela e do marido até hoje é o fato de que Otávio sempre deixa metade da ração na tigela, não importa quanto ela coloque para ele comer. 

tigela de ração com apenas metade da comida
Facebook/ Joice Lama
Pote de ração de Otávio, o cão resgatado


A postagem foi feita em um grupo de animais na rede social, e logo tomou proporções internacionais. Joice foi contatada por um repórter do The Dodo para que ele a entrevistasse sobre o caso de seu "cãozinho metódico". A primeira aparição da história de Otávio fora do grupo onde sua dona havia postado foi na página Catioro Reflexivo, também no FaceBook.

Leia também: Cachorro esperto encontra jeito de brincar com quem bate na porta de sua casa

Ter certeza do motivo pelo qual o cão faz isso é impossível, mas Joice tem suas ideias sobre o que causou esse comportamento. "Acho que é porque ele deveria receber pouca comida, e aprendeu que racionar era o único jeito de ter alimento o dia todo, ou também pode ser para dividir com os outros animais que estavam presos com ele", contou em entrevista ao The Dodo. 

Apesar de ter compartilhado sua suposição com a internet, muitos disseram que um cachorro não é capaz de raciocinar dessa forma. Mas o comportamento de Otávio mostra que eles podem, sim, ter consciência sobre poupar e dividir comida. 

Leia também:Poodle resgatado de canil em condições precárias não sabe dormir deitado

Se depender de Joice, o  cão resgatado não irá sentir falta de nada, nem de comida, nem de amor. "Eu e meu marido fazemos nosso máximo para que Otávio se sinta confortável e amado todos os dias. Esses animais precisam de paciência e amor para se adaptarem. Eles retribuem isso sendo doces e companheiros", finaliza. 

cachorro que foi resgatado vestido com roupa azul em cima de uma almofada
Facebook/ Joice Lamas
Otávio, o cão resgatado


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.