Tamanho do texto

O Dia Mundial do Gato é comemorado neste domingo (17) e, nos últimos anos, o número de bichanos tem aumentado consideravelmente nas residências brasileiras

Este domingo é um dia muito especial: o Dia Mundial do Gato, animal que tem ganhado cada vez mais fãs. Só no Brasil a população de  gatos ultrapassa 20 milhões, e a expectativa é que o número só cresça, chegando a 30 milhões em 2022. O país abriga a segunda maior população desse tipo de animal no mundo, e segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, isso tem um motivo: a cada ano que passa, os humanos se apaixonam mais pelos gatinhos, procurando adotá-los com frequência. 

Gatos são higiênicos e gostam de fazer companhia
reprodução shutterstock
Gatos são higiênicos e gostam de fazer companhia




Com tantos bichanos nas residências, quem comemora do Dia Mundial do Gato , além dos donos apaixonados é a indústria Pet. Nos supermercados, por exemplo, a venda de alimentos para gatos representa cerca de 33% do segmento de alimentos para pets.

De acordo com a Cencosud Brasil, que reúne as redes GBarbosa, Prezunic, Bretas, Perini e Mercantil, o aumento dos exemplares nas casas brasileiras não é só por causa dos novos donos, mas de pessoas que adquiriram mais bichanos. “No início de 2017, somente 10% dos lares tinham três gatos em casa. Mas, de um ano para cá, o mesmo levantamento mostrou que a porcentagem subiu para 16%. A grande proporção ainda são os felinos filhos únicos, que representam 65% dos lares, seguidos dos que possuem apenas um irmão ou irmã com 19%”, explica José Nilton de Paula, gerente de produtos pets da Cencosud Brasil.

Se antes os bichanos eram sinônimo de antipatia e falta de carinho, hoje eles são considerados tão companheiros quanto cachorros. Mas por que os brasileiros estão optando cada vez mais por eles? Praticidade e higiene são algumas das características que chamam a atenção. 

Leia também: Saiba como alimentar filhote de cachorro da forma correta

Assim como qualquer outro animal, os gatos trazem sensação de bem estar, reduzindo o stress e a ansiedade. Mas, eles também tem suas peculiaridades: a caixa de areia, por exemplo, evita que o bichano faça suas necessidades pela casa; eles não precisam ser ensinados a ir no lugar certo para evacuar ou fazer xixi, o instinto já faz com que eles procurem a caixinha. Além deste, selecionamos outros motivos para justificar o amor dos humanos pelos bichanos.

Confira outros prós que levam a escolha do gato como animal de estimação:

  • Os felinos se limpam sozinhos, então se seu gato não tem costume de dar passeios pelo bairro, ele não precisará tomar banho com a mesma frequência que um cachorro. 
  • Ao contrário do que muitos pensam, a maioria  dos bichanos é muito tranquila e dócil, principalmente os castrados. A castração, inclusive, faz com que o animal não escape de casa para acasalar. 
  • O famoso ronronado faz bem para a saúde do ser humano, trazendo propriedades curativas: a vibração grave entre 20 e 150 Hz reduz a ansiedade, e aceleram o processo de cicatrização.
  • Eles ajudam a lidar com o luto. Em geral, gatos percebem quando seu dono está triste ou com dor, e sempre ficam por perto para fazer companhia. 
  • Este animal pode ficar sozinho em casa. Diferente dos cachorros, que precisam de muita atenção principalmente quando filhotes, os felinos são muito independentes, conseguem brincar sozinhos e não ligam muito para a ausência do dono.
  • Eles podem morar em locais pequenos, como apartamentos. Gatos são animais de estimação que não necessitam de tanto espaço, e assim acabam aproveitando o que está a sua volta, pulando e se escondendo em todo tipo de lugar. 

Leia também: Puma resgatado vive como gato doméstico junto de seus donos

Então, com tantos donos de bichanos pelo Brasil, o Dia Mundial do Gato vai ser muito comemorado. Você que tem um felino em casa, aproveite o domingo para passar com ele. Se você não tem um, por que não adotar? Caso você tenha um cachorro, por exemplo, se a adaptação dos dois for feita de forma lenta e cuidadosa, a convivência entre eles vai ser pacífica. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.