Atualmente está cada vez mais comum ver animais silvestres tomando conta das redes sociais. Muitas pessoas são apaixonadas por este tipo de bicho, e, infelizmente, acabam adquirindo-os de forma ilegal, as vezes por falta de informação ou grande diferença de preço. Mas, comprar ou manter ilegalmente um animal exótico é crime, e para evitar esse tipo de atividade, vamos listar os procedimentos necessários para conseguir um desses bichos legalmente. 

Leia também: Por que os cachorros de raça podem ter mais doenças genéticas?

undefined
Reprodução
A iguana é um dos animais silvestres mais populares

Alguns  animais silvestres  são proibidos, uma lei nacional de 1998 torna crime a  importação, criação ou venda de ouriços africanos no Brasil, os famosos Hedgehogs. Porém existem outras espécies de animais que podem ser domesticados dentro da lei. Mas antes de saber quais, confira o procedimento legal para adquirir um bicho exótico. Vale lembrar que algus estados podem ter leis específicas para o tema.

  1. É preciso verificar se o criadouro deste animal é registrado e legalizado pelo IBAMA. No site da Secretaria e Infraestrutura do Meio Ambiente do Estado de São Paulo é possível ver a lista completa de locais que estão autorizados a vender aves e répteis. Clique  aqui  para checar.
  2. Depois de escolher o local para comprar o animal, verifique se o estabelecimento possui o documento de "Autorização de Uso e Manejo" com o nome da espécie que você deseja.
  3. Então confira - se no caso de uma ave - ela possui a anilha, um anel com número em uma das patas do animal, e no caso de répteis, saguis e outros animais, se eles estão microchipados. Os números, tanto da anilha quanto do microchip funcionam como o RG do bicho. 
  4. Por último, exija a Nota Fiscal no momento da compra. Ela deve conter o número de identificação do animal - mesmo da anilha ou microchip - nome científico e popular, data de nascimento e sexo. 

Leia também: Aprenda a fazer o melhor cercado para Porquinho da Índia

Também é possível importar certos animais exóticos. Para isso, além do procedimento citado acima, é necessário obter uma licença do IBAMA. Porém, existem alguns bichos, além dos Hedgehogs, que são proibidos para importação no Brasil. São eles:

  • Invertebrados;
  • Anfíbios (exceto Rana catesbiana – rã-touro);
  • Répteis;
  • Seguintes ordens de mamíferos: Marsupialia, Insectivora, Lagomorpha, Rodentia, Carnivora e Artiodactyla.

Já os animais silvestres permitidos para criação em casa são:

  • Sagui;
  • Jibóia;
  • Cobra-do-milho;
  • Iguana;
  • Cacatua;
  • Furão;
  • Tartaruga Tigre D'água;
  • Teiú;
  • Tarântula.

Leia também: Assaltante enfia faca na cabeça de cão que tentou proteger o dono

Atenção! Não é possível legalizar  animais silvestres que foram comprados de forma ilegal. Por isso, busque sempre criadores autorizados, com boas condições de cuidado e que confirmem a procedência do animal, garantindo que ele nasceu em cativeiro e não foi retirado da natureza. A multa para quem mantiver animais desse tipo que não são legalizados varia de R$ 1.625,70 a R$ 16.250,00 por animal. O indivíduo também pode ser preso com pena de seis meses a um ano, segundo o artigo 29 da Lei nº 9.605.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários