Tamanho do texto

O Pastor Alemão foi socorrido e sobreviveu; caso aconteceu na África do Sul

Na África do Sul, um Pastor Alemão quase deu sua vida para proteger o seu melhor amigo de um assalto. Duke estava passeando com Gino Wensel quando percebeu que um homem suspeito se aproximava deles e começou a latir de uma forma agressiva por acreditar que se tratava de uma ameaça para o seu dono.  O homem se assustou, sacou uma faca e a enfiou na cabeça do cão. 

Leia também: Cachorro resgatado se torna melhor amigo de Lagarto de Língua Azul

O assaltante enfiou uma faca na cabeça do cão, por sorte Duke sobreviveu
Reprodução
O assaltante enfiou uma faca na cabeça do cão, por sorte Duke sobreviveu

Gino, de 40 anos, também percebeu a movimentação do rapaz e disse que tudo indicava para um assalto. Mas, infelizmente, não teve tempo de agir, nem de impedir que Duke, seu cão leal, entrasse em ação. 

"Eu o peguei para fazer o rotineiro passeio da tarde. Entramos numa rua e demos de cara com um assaltante, Duke rosnou para ele porque ele parecia uma pessoa perigosa. Então, o assaltante sacou a faca e a enfiou na cabeça do meu cachorro. Nós dois entramos em pânico e Duke saiu correndo", contou Gino ao site Daily Voice. 

Leia também: Homem devolve fezes de cachorro para vizinho que não as recolheu

Duke e Gino são melhores amigos
Reprodução
Duke e Gino são melhores amigos

Wensel correu atrás do cachorro, que percorreu alguns metros com a faca na cabeça até cair na frente de uma escola. Na hora que o encontrou, Gino sabia que era sua vez de entrar em ação e levou seu fiel amigo as preças para o hospital veterinário Animal Welfare Society of South Africa. 

No hospital o Pastor Alemão de 4 anos de idade teve pronto atendimento e atenção total dos veterinários. Logo que chegou recebeu sedação e remédios para aliviar a dor. Após um exame, foi decidido que a faca teria que ser retirada imediatamente para que o cachorro tivesse chances de sobreviver. 

"O exame de raio-x foi feito para ter uma noção do estrago que a faca tinha causado, onde extamente ela estava e decidir qual seria a forma mais segura de tirá-la sem causar nenhuma sequela. Quando a imagem apareceu na tela, todos olharam e rezaram para que ele pudesse ser salvo. As preces coletivas foram atendidas porque nosso veterinário conseguiu remover a faca e tranquilizar todo mundo", escreveu o hospital veterinário em sua conta oficial do Facebook. 

Leia também: Puma resgatado vive como gato doméstico junto de seus donos

A faca entrou 5 cm na cabeça de Duke, mas não atingiu o cérebro por dois centímetros. A recuperação do cão foi muito satisfatória e ele já pode reencontrar seu dono, o momento foi tomado de emoção. Depois de tudo que passaram juntos, a amizade de Gino e Duque se tornou ainda mais forte, se é que é possível.