Tamanho do texto

Victoria Amith precisou encontrar um lugar para as gatas morarem quando foi para faculdade e não permitiram animais no dormitório

Você já pensou em alugar um espaço para seus animais de estimação morarem? Provavelmente não, pois se espera que eles dividam o mesmo teto que os donos. No entanto, a norte-americana Victoria Amith precisou recorrer a essa opção quando foi para faculdade e não permitiram animais no dormitório. Hoje suas gatas Louise e Tira tem um lugar só para elas.

Leia também: Nova política da United Airlines proíbe filhotes em seus aviões

O apartamento — que mais se assemelha a um estúdio — está localizado no Vale do Silício, na Califórnia. As gatas  têm acesso a um banheiro com chuveiro, a brinquedos, um sofá e até mesmo a uma Apple TV, mas não há cozinha no local. A estudante da Azusa Pacific University precisa desembolsar US $ 1.500 (aproximadamente R$ 5.500) todos os meses para pagar o aluguel. 

O pai de Victoria e David são quem cuidam na maior parte do tempo das gatas, enquanto estudante as visita sempre que pode
Reprodução KBCW
O pai de Victoria e David são quem cuidam na maior parte do tempo das gatas, enquanto estudante as visita sempre que pode

O espaço pertence a David Calisch, um amigo muito próximo do pai de Victoria. Segundo ele, as gatinhas são bem comportadas e não se importa de que o lugar seja usado para essa finalidade. Ademais, o dinheiro chega fielmente todos os meses e não há porquê reclamar.

Leia também: Dona ensina filhote a responder aos feitiços de Harry Potter

"É estranho, não é? Eu nunca planejei que isso acontecesse", disse David ao canal de rádio KPIX 5. "Eu sei que as pessoas amam os animais de estimação, são parte da família, então eu quis ajudar meu amigo cedendo o espaço."

O apartamento está localizado no Vale do Silício. As gatas têm acesso a um banheiro com chuveiro e até mesmo a uma Apple TV, mas não há cozinha no local
Reprodução KBCW
O apartamento está localizado no Vale do Silício. As gatas têm acesso a um banheiro com chuveiro e até mesmo a uma Apple TV, mas não há cozinha no local

Antes de recorrer ao aluguel de um espaço, o pai da estudante tentou levar as gatinhas para sua casa, mas elas não se deram bem com os cães. Encontrar outro lugar para morarem foi a melhor solução. Ele e David são quem cuidam na maior parte do tempo dos felinos, enquanto Victoria visita sempre que pode.

Leia também: Levantamento mostra os nomes de cachorro mais populares em 2018

Por mais que seja uma opção temporária, a decisão da estudante recebeu muitas críticas. Enquanto as gatas tem uma casa própria e vivem no luxo, há cerca de 7.500 pessoas vivendo na rua no Vale do Silício.