Tamanho do texto

Baloo entrou dentro de uma caixa que a dona despachou Halifax para Alberta, no Canadá, e não foi visto

Uma paixão comum em quase todos os gatos são as caixas. Os bichanos ficam loucos com o objeto, adoram brincar de entrar, sair e até destruir o papelão. Mas, para Baloo, um gato que mora no Canadá, o hobbie quase o tirou para sempre de sua família. 

Leia também: Papai Noel surpreende garoto com presente de Natal especial

Jackie Lake, a dona do gato , estava embalando aparas de pneu para enviar de Halifax, sua cidade, para Alberta. Ela não percebeu quando Baloo pulou dentro da caixa, então lacrou-a e despachou-a. Assim, o bichano foi parar a 1.200 quilômetros de distância de casa. 

O gato Baloo foi despachado por engano
Reprodução Facebook
O gato Baloo foi despachado por engano

Assim que voltou para casa, Jackie começou a sentir falta de Baloo e acionou toda sua família e até os vizinhos para procurar pelo bichano. As buscas duraram todo o final de semana, porém, todo o esforço estava sendo em vão.

O sumiço só ganhou explicação quando e embrulho chegou em Montreal e um funcionário descobriu a presença de Baloo. Por causa do microchip que estava implantado no bichano, foi fácil identificar os donos. Assim, Jackie recebeu uma ligação avisando que seu pet havia sido localizado e que estava um pouco longe de casa. 

Leia também: Cães aguardam em frente a hospital morador de rua ser atendido

Baloo foi entregue a uma ONG local que organizou sua volta para casa e tratou de garantir que o bichano chegasse são e salvo a sua casa após 10 dias de muita aventura. 

"Não consigo parar de agradecer a essas pessoas que me ajudaram. Elas cuidaram muito bem dele, vou ser eternamente grata. Baloo chegou um pouco assustado em casa, passou por uma provação. Agora eu não paro de pega-lo e pedir desculpas para ele", disse a mulher ao portal de notícias canadense Global News. 

Leia também: Aprenda a fazer uma ceia natalina especial para o animal de estimação

Depois do ocorrido, os filhos de Jackie a proibiram de mexer com caixas quando Baloo ou qualquer outro gato da família estiver por perto. "Meus filhos não entendem como eu não percebi que a caixa estava mais pesada do que o normal, vai demorar um tempo para eles esquecerem e perdoarem. Não posso mais chegar perto de caixas e aniais ao mesmo tempo", contou Jackie Lake. 

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.