Tamanho do texto

A dona achou que era uma brincadeira do motorista, mas Chanel só conseguiu embarcar após comprar o bilhete

Na última quinta-feira, Heidi Lewis decidiu viajar de ônibus com sua pequena Bulldog Francês. Contudo, assim que entrou no veículo, o motorista perguntou se a filhote de seis meses também tinha passagem. A dona achou que era uma brincadeira, mas Chanel só conseguiu embarcar após pagar o valor do bilhete. 

Leia também: Cão oferece apoio moral a seu urso de pelúcia durante a lavagem

Quanto à Bulldog Francês , ela estava determinada a fazer valer a pena todo dinheiro que a dona investiu na passagem, então sentou em um banco ao lado de Heidi. A moradora do País de Gales fotografou a cachorrinha relaxando no assento e compartilhou nas redes sociais, junto da passagem comprada. 

Dona é obrigada a pagar passagem de sua Bulldog Francês, que não perde tempo e senta num banco
reprodução shutterstock
Dona é obrigada a pagar passagem de sua Bulldog Francês, que não perde tempo e senta num banco

Não demorou muito para a história do pet viralizar no Facebook. "Se eu paguei por um assento, então ela irá sentar", escreveu na legenda. Heidi contou ao site Metro que foi a primeira vez exigiram a passagem de sua cadela. Ela, inclusive, questionou porque os animais são obrigados a pagar enquanto os bebês não. 

Leia também: Após busca, jovem encontra cão de rua que o conquistou em jogos universitários

"Quando o motorista disse que eu precisava pagar por um ingresso, eu apenas ri e achei que estava brincando. Continuei andando normalmente. Então ele virou e disse 'eu estou falando sério'. Depois disso paguei pela passagem e pensei 'bem, se estou pagando minha cachorrinha também merece um assento", relatou.

Dona é obrigada a pagar passagem de sua Bulldog Francês, que não perde tempo e senta num banco
Reprodução Facebook
Dona é obrigada a pagar passagem de sua Bulldog Francês, que não perde tempo e senta num banco

Chegando em casa, Heidi contou sobre o incidente a seus familiares e todos estranharam a exigência do motorista. "Toda minha família tem cachorro e nunca precisaram pagar para viajar do ônibus com o pet. Eu vó vejo as pessoas simplesmente entrando no veículo". 

Nas redes sociais o assunto dividiu opiniões. Alguns apoiaram a indignação de Heidi e disseram que foi certo Chanel sentar. "Ela merece um lugar. Ela é uma viajante que pagou como todo mundo", comentou uma internauta. Já outras disseram que é normal os cães pagarem passagem e não tem nada de errado na exigência do motorista. 

Leia também: Cadeira especial permite que Labrador com doença rara se alimente

Não ficou claro se alguém errou nessa história, mas pelo menos a Bulldog Francês viajou confortavelmente e aproveitou o passeio com a tutora.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.