O vídeo de um urso filhote tentando escalar um penhasco para encontrar sua mãe viralizou nas redes sociais. Apesar da incrível luta do animal pela sobrevivência, biólogos e pesquisadores da área de ciências naturais chamaram atenção para outro ponto: a forma como o vídeo foi feito.

Leia também: Cão se recusa a entrar em casa por achar que a porta está fechada

Nas imagens vemos uma ursa escalando uma montanha íngreme, cheia de neve, junto de seu filhote. O pequeno urso tenta acompanhar a mãe, mas falha diversas vezes e acaba escorregando vários metros a baixo. Ele não desiste e continua tentando, mesmo o resultado trágico se repetindo. Ao final, após muitas tentativas, consegue chegar ao topo e vai embora ao lado da mãe. 

undefined
Reprodução YouTube
Em vídeo, urso filhote escorrega várias vezes durante tentativas de subir penhasco

A filmagem foi feita pelo drone do fotógrafo russo Dimitri Kedrov. Segundo especialistas da área, a presença do dispositivo é o grande causador do drama dos animais. A revista National Geographic percebeu que, quando o filhote está quase no topo, a câmera chega tão perto que a mãe reage agressivamente na direção do dispositivo, fazendo o ursinho deslizar novamente.

Leia também: Gato apaixonado por esporte aquático faz sucesso em lagos canadenses

Além disso, segundo a revista, os ursos normalmente optam por terrenos menos acidentados quando estão com os filhotes. O fato de a ursa ter ido por um caminho arriscado pode ser uma tentativa de escapar do drone. "Provavelmente ela nunca viu nada parecido na vida. Ela está com o filhote e, claro, sua reação vai ser de medo", disse Sophie Gilbert, ecologista da Universidade de Idaho, citada pela National Geographic.

Contudo, o fotógrafo negou a interferência do dispositivo. Ele afirmou que as cenas aproximadas vieram a partir do zoom aplicado na edição do vídeo. Dimitri destacou, também, que o filhote escorrer várias vezes antes da mãe perceber o drone. 

Nas redes sociais, os internautas comentaram sobre a agonia que sentiram ao ver o animal escorregando tantas vezes e ficaram aliviados com o final feliz. Alguns especialistas também expressaram sua opinião ao ver o vídeo, como a bióloga Dra. Jacquelyn Gill.

Leia também: Gato selvagem morde cabeça de criança durante festa de aniversário

"Assediar a vida selvagem por uma fotografia, uma selfie ou um vídeo nunca é bom", escreveu Gill no Twitter sobre o caso do pequeno urso . "Respeite os animais, dando-lhes espaço, e não compartilhe imagens em que os animais estão claramente em perigo só por uma viralização". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários