Tamanho do texto

Mel Lucas possui a Síndrime de Ehlers-Danlos e Godric está treinado para ajudá-la com os sintomas, como buscar energético na geladeira

A vida de Mel Lucas nem sempre foi fácil. A norte-americana sofre de uma doença que prejudica sua mobilidade, chamada Síndrome de Ehlers-Danlos, e consequentemente, seu nível de açúcar no sangue cai muito rapidamente. Mas tudo isso mudou quando ela adotou Godric, um Golden Retriever.

Leia também: Cachorro fazendo buracos no jardim? Adestrador dá solução para o problema

O golden retriever foi treinado para abrir a geladeira e pegar um energético
Reprodução/Mel Lucas
O golden retriever foi treinado para abrir a geladeira e pegar um energético


O  Golden Retriever  de 7 meses foi treinado por Mel para buscar um energético na geladeira quando sua glicose está baixa. O cão vai até o eletrodoméstico, puxa a porta com a ajuda de uma corda e pega a bebida com a boca, levando-a até sua dona. 

Mel conta que apesar de sua doença ser algo que afeta sua pele e mobilidade, também pode afetar seus órgãos. "A EDS (Síndrome de Ehler-Danlos) pode afetar o fígado, pulmão e coração, o que resulta em pouca glicose no sangue e taquicardia", contou ao site 'Metro UK'.

Leia também: Como proteger o pet do roubo de cães? Confira algumas dicas

O cão também ajuda Mel em outras coisas. Quando a dona está prestes a ter uma dor de cabeça, Godric começa a lamber suas mãos. Isso porque os cachorros conseguem sentir algumas mudanças nas ondas cerebrais, então uma hora antes da dor começar, Mel já sabe o que vai acontecer e pode se preparar.

"Ele ainda não acerta todas as vezes, mas de três quedas de glicemia, ele conseguiu me ajudar em duas", completa Mel. Segundo ela, eles fazem tudo juntos. "Não sei o que faria sem ele. Ele é meu mundo", finaliza. 

Leia também: Filhote generoso tenta compartilhar brinquedo com seu reflexo no espelho

Além de ajudar na saúde da dona, o Golden Retriever também sabe fazer truques divertidos, como achar um petisco dentro de um copo, sentar, e cumprimentar. De início ele não havia sido treinado para ser um cão de ajuda, porém Mel foi ensinando aos poucos como seu companheiro poderia fazer uma parte essencial de sua vida.  


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.