Tamanho do texto

Durante uma conexão, feita na cidade norte-americana de Denver, a companhia aérea trocou a caixa de transporte de dois cachorros por acidente

Muitos donos de animais ficam extremamente preocupados antes de realizar uma viagem com seus pets. Em geral, o bem estar e conforto dos cãezinhos são as primeiras coisas que vem a mente dessas pessoas. Mas já imaginou se o seu cachorro é enviado por engano para o Japão?

Leia mais:  Todos os passos para ter uma viagem de avião com animais tranquila

Foi o que aconteceu com o Irgo, um dogue alemão de 10 anos. Por um erro da companhia aérea, o cãozinho que deveria ir para o estado norte-americano de Wichita acabou voando por mais de 17 mil quilômetros até o Japão ! Felizmente, após quatro dias de desespero, ele conseguiu retornar para casa. 

Como isso aconteceu?

Kara Swindle estava se mudando de Oregon para Witchita, nos Estados Unidos. Por conta de seu tamanho, Irgo, o cachorro da família, precisou ir no compartimento de cargas da aeronave. Entretanto, ao chegar no destino, Kara se deparou com outro dogue alemão no lugar do seu pet!

Após uma apuração foi constatado que ambos animais se encontraram em uma conexão feita na cidade de Denver, onde por conta de um erro da companhia aérea as caixas de transporte foram trocadas. "Eles não tinham ideia de onde o meu cachorro estava", disse Kara em entrevista para o portal de notícias norte-americano CNN, "Eu comecei a chorar muito, eles só descobriram onde Irgo tinha ido às 2 da manhã, quando o avião pousou no Japão". 

O cãozinho Irgo acabou sendo enviado acidentalmente para o Japão após um erro de uma companhia aérea.
Reprodução/ Facebook Kara Swindle
O cãozinho Irgo acabou sendo enviado acidentalmente para o Japão após um erro de uma companhia aérea.

















Veja também:  Hotel para cachorro e família: dicas para um passeio em conjunto

"[...] Nós notificamos nossos clientes sobre um erro que aconteceu durante uma conexão na cidade de Denver, onde dois animais foram trocados, e vamos providenciar o retorno dos mesmos o mais cedo possível", afirmou a companhia aérea em um comunicado oficial. 

Após chegar no país o cãozinho foi examinado pelas autoridades locais, que constataram que era seguro que ele voltasse a voar. Algumas horas depois ele foi colocado em uma aeronave particular, cedida pela companhia, de volta para os Estados Unidos.

Leia mais:  Vai viajar de avião com o pet? Confira dicas para comprar a caixa de transporte

"Nós esperamos que a partir de agora eles tomem mais cuidado com os animais. Ele tratam eles como se fossem bagagem. Deveriam criar políticas nas empresas para que isso nunca mais se repita. Talvez seja uma boa ideia colocar uma foto do animal do lado de fora da caixa de transporte - ao invés de apenas documentos. Eu nunca quero mais quero passar por isso de novo!", completou Kara em entrevista para o Daily News, após Irgo retornar do Japão . Veja o vídeo do reencontro.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.