Passar vários dias fora de casa e deixar o animal de estimação para trás corta o coração de qualquer dono, mas agora ele pode ir junto para a viagem

Alguns passos devem ser seguidos para que a viagem de avião com cachorro seja segura
shutterstock
Alguns passos devem ser seguidos para que a viagem de avião com cachorro seja segura

Olá, amigos do Canal do Pet, tudo bem? Na minha ultima publicação falei sobre como viajar de carro com o bichinho de estimação , hoje vim falar de mais uma possibilidade, a viagem de avião com animais.  

Há algum tempo, poderia parecer um sonho impossível levar o pet para passar as férias junto com a família, em um lugar bem distante. Mas isso já é possível. As companhias aéreas, cada vez mais cientes do quanto os animais são tidos como membros das famílias, lançaram um olhar sobre essa necessidade dos seus clientes. Hoje em dia existem diferentes pacotes de viagem de avião com animais , basta seguir alguns passos para ter sucesso. 

As regras

Cada empresa tem suas regras sobre o transporte de animais. Algumas permitem que o pet de pequeno porte viaje com o tutor na cabine, desde que o peso do animal na caixa de transporte não ultrapasse valores especificados.

Para cães maiores, a regra é irem em um compartimento específico do avião, dentro de sua caixa de transporte. Há uma execssão para casos de cão-guia que acompanha deficientes  visuais, ou cães de assistência, mas isso vai de acordo com as leis de cada país.

Caixa de transporte

Sim, o cão ou gato deve estar em uma caixa de transporte durante todo o voo. E não, isso não será uma tortura para ele, desde que você o acostume a essa “casinha” antes da viagem.

Para tanto, a dica é fazer com que o bichinho realmente ache que a caixa de transporte é sua toca. Os treinos consistem em fazer com eles várias atividades rotineiras. Antes de começar a fechar a porta, coloque o pote com a comida do cão ou gato, para que ele faça as refeições lá dentro. Ou seja, ele poderá comer (o que já é uma associação positiva) e sair quando quiser.

Fora dos horários de refeição, vale deixar paninhos confortáveis para que ele possa descansar ali sempre que quiser. Aliás, cães e gatos costumam adorar descansar em uma "toca". Para os gatos, a dica é colocar a caixa em cima de um móvel, por exemplo, pois no alto eles tendem a se sentir mais confiantes ainda. Para cães, outra medida é incentivá-los a ficar ali dentro calmamente com os seus brinquedos, especialmente ossos ou aqueles que liberam comida, pois ficarão entretidos por um tempo.

É preciso acostumar o animal à caixa de transporte
shutterstock
É preciso acostumar o animal à caixa de transporte

Quando o animal estiver acostumado à caixa, pode-se começar a fechar a porta, inicialmente por períodos bem curtos, que vão aumentando aos poucos, até que seja possível deixá-la fechada por algumas horas com o pet calmo, apenas descansando lá dentro. O próximo passo será levá-lo a locais barulhentos, que simulam as situações que serão vividas em aeroportos e aviões.

Parte burocrática

No que diz respeito à documentação, é importante se informar na companhia aérea acerca de quais documentos devem ser apresentados no embarque. O principal é que o cão esteja com as vacinas em dia, vermifugado e saudável.

Se a intenção for uma viagem para o exterior, é necessário obter informações no consulado do país de origem sobre as regras e exigências para a entrada de animais no país. Este cuidado deve ser tomado com antecedência, para que, em caso de necessidade de apresentação de exames que comprovem a saúde do cão, haja tempo hábil para tanto.

O dia da vaigem de avião com animais

Brinque bastante com o seu bichinho antes da viagem. No caso dos cães, um passeio vigoroso é o indicado. Isso tudo para que, chegando a hora do embarque, ele esteja cansado fisicamente e tenda a dormir na “casinha” dele durante o voo.

Depois de seguir todos esses passos, você terá uma viagem de avião com animais muito tranquila. Então só terá que aproveitar a estadia em outro local junto com o amigo de estimação. 

Um abraço a todos,

Alexandre Rossi. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.