Tamanho do texto

Considere para onde o animal irá viajar e as suas medidas antes de adquirir uma caixa de transporte

A caixa de transporte é o primeiro material que você deve se preocupar se está pensando em viajar de avião com seu bichinho. Seja cão ou gato, o equipamento é indispensável e seu uso é obrigatório para que a presença do animal seja permitida na aeronave. 

Leia mais:  Viagem de avião e cachorros: quais são os cuidados necessários?

Muitas pessoas podem ver a caixa de transporte como um aprisionamento para o pet, onde ele irá passar horas estressado, espremido e com medo. Mas a verdade é que nada disso pode acontecer se a caixa for escolhida da maneira correta. Após a daptação feita de forma correta, a viagem será tranquila e sem muitos problemas. 

Onde o animal vai ficar?

A primeira coisa a se considerar antes de comprar uma caixa de transporte é onde o animal irá viajar. Tipos de caixas diferentes são necessários caso ele vá com você na cabine ou no porão. As regras variam de acordo com as companhias aéreas - sendo que algumas não aceitam bichos muito grandes. Confira a tabela divulgada pelo site Melhores Destinos com as medidas e tarifas específicas das principais companhias do Brasil. 

Cada companhia aérea determinada regras específicas para o peso do pet (incluíndo a caixa de transporte) e tarifas.
Reprodução/ Melhores Destinos
Cada companhia aérea determinada regras específicas para o peso do pet (incluíndo a caixa de transporte) e tarifas.














Veja mais:  Hotel para cachorro e família: dicas para um passeio em conjunto

Viagens na cabine

Caso o bichinho vá viajar com você na cabine será necessário comprar uma caixa menor, maleável e flexível. Isso permite que ela seja encaixada em vários lugares, garantindo mais conforto para o dono e animal. Certifique-se também que o equipamento é bem ventilado, acolchoado, impermeável e sem nenhum furo em suas partes inferiores. Isso evita que a urina vaze ou incomode o animal. 

Uma caixa de transporte flexível é ideal para viagens na cabine.
Reprodução/ Shutterstock
Uma caixa de transporte flexível é ideal para viagens na cabine.


Uma desvantagem desse tipo de caixa é a falta de espaço, por isso evite colocar muitas outras coisas junto ao animal - como cobertores, panos e papéis higiênicos. 

Viagens no porão

A prioridade quando o pet for viajar no porão é a segurança. Escolha um equipamento duro, de preferência de fibra e plástico. Também é necessário que seja impermeável, é possível colocar um recipiente junto a ele se o animal estiver acostumado a fazer suas necessidades em um lugar específico .

Preste muita atenção antes de comprar uma caixa de transporte para o seu pet.
Reprodução/ Shutterstock
Preste muita atenção antes de comprar uma caixa de transporte para o seu pet.


Esse tipo de caixa de transporte possui um peso individual geralmente elevado e, considerando o fato que as companhias aéreas consideram o peso total (animal + caixa) para realizar o transporte, esse ponto pode ser um problema. Some o peso do seu pet com o da caixa que deseja comprar e verifique as regras da empresa.

Quais são as medidas da caixa de transporte?

É indispensável que se tire as medidas do animal antes de comprar o equipamento. Ferimentos e fugas podem ser ocasionados por conta de uma caixa muito pequena. Veja como realizar essas medidas:

Comprimento:   Tire as medidas do focinho até a base da cauda do cão, assim como as da pata dianteira até o peito do animal. Por exemplo: Se o cachorro tiver 80 cm de comprimento e 15 cm de pernas, sua caixa precisará ter 95 cm. 

Largura:  Meça a largura das costas do animal e multiplique por dois. Essa deverá ser a largura mínima da caixa. 

Altura:  Essa medida deverá ser equivalente a altura do animal de pé, com as quatro patas no chão, mais 2 centímetros. 

Leia mais:  Dicas para viajar com animal de estimação

Apresente a caixa de transporte ao seu pet semanas antes da viagem. Isso pode ser feito deixando-a aberta no mesmo ambiente que ele, colocando o pote de comida e água dentro e o estimulando a dormir nela. A adaptação é muito importante para que a viagem seja tranquila.