Nessa terça-feira (13) ocorreu uma fatalidade envolvendo um bulldog francês e uma companhia aérea. Catelina e sua filha compraram passagens para o voo 1284, de Houston a Nova York, Estados Unidos pela United Airlines e levaram o filhote Kokito junto. Como o animal não pode viajar solto, a dona o colocou dentro de uma caixa de transporte.

Vai viajar de avião com o pet? Confira dicas para comprar a caixa de transporte

No entanto, o problema começou quando um funcionário da empresa instruiu Catelina a por o pet dentro do compartimento de malas de mão. Ela pediu para que o filhote ficasse num assento durante a viagem, pois aquele espaço era pequeno, apertado e sem ventilação suficiente. Nenhuma das reinvindicações de Catelina foi atendida e o comissário de bordo insistiu que Kokito fosse dentro do compartimento. 

undefined
Reprodução Instagram
filhote morre em voo da United Airlines após ser colocado no compartimento de malas

Após as 2-3 horas do voo, o avião pousou e a dona descobriu que Kokito havia falecido, ele tinha apenas 10 meses de vida. Ela sentou no corredor chorando e todos os passageiros ficaram atordoados com o acontecido. 

Viagem de avião e cachorros: quais são os cuidados necessários?

A história chegou até as redes sociais através de uma passageira que estava no mesmo voo, Maggie Gremminger. Ela contou o ocorrido através de posts no Twitter. "Eu estou aborrecida e traumatizada. Os animais de estimação são nossos familiares. Como um comissário de bordo treinado pode instruir um passageiro a colocar o cachorro naquele compartimento? Era seu trabalho conhecer as regras do avião", escreveu Maggie.

A United Airlines se responsabilizou pela fatalidade. Segundo eles, foi "um acidente trágico que não deveria acontecer, já que os animais de estimação nunca deveriam ser colocados no compartimento de malas". A companhia irá investigar a situação e já ressarciu Catalina e sua família com as passagens.




Saiba como evitar que o cão enjoe durante viagens de carro

De acordo com dados do Departamento de Transportes (DOT), a United Airlines é a companhia com maior número de mortes de animais em seus voos. Em 2017, 18 chegaram a óbito e 13 ficaram feridos, e filhote Kokito foi mais uma vítima.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários