Tamanho do texto

Existem vários fatores que podem causar enjoos, que podem ser resolvidos com algumas dicas

Durante a época de férias é comum as pessoas se organizarem para viajar de carro. No entanto, para quem tem animais de estimação, nem sempre é tão simples passar uns dias longe de casa. Se o passeio durar pouco tempo, alguns donos optam por deixar o cão sozinho ou com um familiar, mas longas viagens de carro exigem que ele vá junto, pois nem sempre existe a possibilidade de deixá-lo num hotel canino ou com alguém. 

Leia mais:  Vai viajar? Confira dicas que ajudarão na hora de escolher um hotel para pets

E os problemas não acabam aí. Nem todo cão se comporta dentro do carro, gosta de ficar horas dentro da caixa de transporte e alguns passam mal no trajeto. No caso de enjoos, é um problema sério que precisa ser resolvido, pois envolve a saúde no animal. Mas, como fazer isso? Daremos algumas dicas para ajudar os tutores que desejam realizar viagens de carro com o pet sem ele passa mal. 

É normal o cão enjoar em viagens de carro, principalmente para os que não estão acostumados
reprodução shutterstock
É normal o cão enjoar em viagens de carro, principalmente para os que não estão acostumados


Por que os cães enjoam no carro?

Os cães ficam enjoados por diversos motivos, como por exemplo o estresse. Eles não entendem que estão indo para uma viagem, então podem associar o carro a situações desagradáveis, como ida ao veterinário, injeções ou medo de ir para longe do dono. Outro motivo é por causa da estimulação do ouvido interno - responsável por manter o equilíbrio do corpo - decorrente do balançar do veículo. 

Esses fatores unidos geram ansiedade e insegurança no animal, o que pode desencadear enjoos e vômitos. Porém, vomitar não é o único sinal de que o cão está desconfortável com a viagem de carro. Se ele bocejar demais, estiver apático, com respitação ofegante, tremendo, salivação excessiva e tendo um comportamento incomum, fique atento, pois também são indícios de mal-estar. 

Saiba mais:  Cachorro vomitando? Saiba as possíveis causas e o que precisa ser feito 

Como evitar que o animal vomite?

A primeira recomendação é ficar atento aos sinais dados pelo cão. Antes de viajar, leve ao veterinário para checar sua saúde, assim você terá certeza que ele não vomitará por estar doente. Mas, se mesmo assim ele passar mal, saberá que pode ser estresse e/ou o balançar do carro que está causando. Neste caso, existe algumas dicas que podem ajudar o cão a aguentar a viagem numa boa. 

1º O cão precisa se habituar com o carro

Independente se o animal passa mal ou não em viagens de carro, é importante que ele se acostume a andar no veículo. Se fizer isso desde filhote, a chance de ele ter problemas deste tipo reduzem muito. Então, é recomendado que realize pequenos trajetos com o cão ainda pequeno, numa velocidade adequada. Ofereça recompensas caso ele se comporte bem. Gradativamente vá aumentando o tamanho do percurso e velocidade. Com o tempo ele irá entender que viajar de carro não é algo ruim. 

O cão precisa se acostumar com o carro desde filhote, assim evitar que passe mal em viagens
reprodução shutterstock
O cão precisa se acostumar com o carro desde filhote, assim evitar que passe mal em viagens

2º Associar o carro com experiências positivas

Se você é do tipo que só colocar o cão no carro para levá-lo ao veterinário, é quase certeza que ele terá medo de sair assim. Na mente dele, o veículo acaba sendo sinônimo de situações ruins, como injeções e exames. Por isso, se quiser que ele não passe mal, o pet precisa associar o carro a algo relaxante e divertido. Então, leve-o para passear em lugares legais e, com o tempo, o medo de veículos irá desaparecer. 

Mesmo que você realize as duas dicas anteriores da forma correta, pode ser que fisicamente o animal se sinta mal durante viagens de carro. É algo normal, pois pode acontecer até nós humanos. Dessa forma, para evitar os enjoos, siga as dicas abaixo. 

3º Evite alimentá-lo antes das viagens

Comer e viajar nem sempre combinam. O balançar do carro pode causar naúseas em qualquer um, inclusive nos cães. Por isso, algumas horas antes da viagem, não alimente-o para evitar um possível mal estar.

Leia também:  Saiba como ensinar seu cão a se acostumar com a caixa de transporte

4º Torne o ambiente agradável

Para que ele não ache o local estranho, experimente colocar seus brinquedos, a caminha, um cobertor ou outros objetos considerados familiar. Assim, é bem possível que na mente dele o carro se torne um local agradável e aconchegante. 

5º Prenda-o firme

Para tentar diminuir o balançar do veículo e evitar que ele se mexa, é interessante prendê-lo com um cinto específico para cães. Outra opção é colocá-lo dentro da caixa de transporte e prender ela no banco. Coloque seus brinquedos dentro do recipiente para distrair o pet na viagem. 

6º Abra as janelas

Durante a viagem, mantenha as janelas do carro abertas para o ar circular e tornar o ambiente mais agradável. Deixar tudo fechado e em dias quentes pode desencadear enjoos até em animais já acostumados a viajar. 

Na dúvida, consulte um veterinário para te instruir corretamente neste assunto
reprodução shutterstock
Na dúvida, consulte um veterinário para te instruir corretamente neste assunto

7º Faça paradas

É difícil aguentar viagens longas sem fazer pequenas paradas, principalmente quando há um cachorro no carro. Por isso, a cada duas horas, pare em algum lugar para o pet fazer suas necessidades, beber água e esticar as pernas. É cansativo demais para ele ficar muito tempo parado dentro do veículo. 

O que fazer em caso de enjoos persistentes?

Caso você siga todas as dicas acima e o animal não consegue se habituar à viagens de carro, sempre passando mal e ficando cansado, consulte um veterinário. Existem medicamentos que podem ajudar o animal a enjoar menos ou a não enjoar, como calmantes, para o caso de cães com ansiedade extrema. 

Veja mais:  10 dicas para diminuir o calor do cachorro no verão

Nesta situação, é imprescindível a visita ao veterinário, pois apenas ele pode diagnosticar e fazer a prescrição do medicamento correto. O veículo faz parte da rotina do animal, por isso é tão importante que ele não passe mal. Às vezes, os remédios irão ajudá-lo a se acostumar e viagens de carro não serão mais um problema. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.