Tamanho do texto

Os peixes são animais muito sensíveis, por isso uma mínima mudança no ambiente do aquário pode afetá-los, contribuindo para a morte prematura

Os peixes de aquário são ótimos animais de estimação para quem passa pouco tempo em casa. Eles não precisam de muita atenção, vivem bem no seu ambiente e são perfeitos para se observar e relaxar. No entanto, esses animais dificilmente sobrevivem por muito tempo. Por mais que você cuide, é muito provável que já presenciou a morte de algum. 

Veja mais:  Conheça os 7 erros mais comuns na hora de montar um aquário 

Essa é uma situação triste que a maioria dos donos já passou e quase todos não entendem porque acontece. A verdade é que pequenas mudanças nas características do ambiente artificial já podem causar a morte dos peixes de aquário . Confira algumas razões e fique atento para evitar ao máximo mais alguma perda. 

Estresse e doenças

Os peixes são animais muito sensíveis e, às vezes, os cuidados não são suficientes para evitar estresse e doenças. Dessa forma, esses fatores acabam se tornando uma das principais razões de morte. No caso do estresse, existem alguns motivos que levam ao surgimento desse estado. 

A maioria dos donos não entendem porque os peixes de aquário raramente sobrevivem
reprodução shutterstock
A maioria dos donos não entendem porque os peixes de aquário raramente sobrevivem

O primeiro é o deslocamento da loja até a casa. Antes de ser comprado, ele vivia tranquilamente dentro de um aquário no estabelecimento, mas no momento que você o escolhe, ele precisa ir para outro recipiente menor e desconhecido até chegar ao destino final. Esse transporte é extremamente estressante para o peixinho. Para tentar evitar que isso aconteça, não fique chacoalhando o animal e vá direto para casa após a compra. 

O segundo motivo é superpopulação de peixes. Se você tem uma comunidade vivendo em um aquário pequeno, a chance de eles morrerem é muito alta. A aglomeração de animais os deixa extremamente estressados, podendo até gerar brigas. A solução é trocar o recipiente para um maior. 

Em terceiro, a limpeza do aquário também pode ser um fator para o estresse surgir. Todo o processo de higienização tira o peixe da sua rotina e, se isso se prolongar por muito tempo, favorece o estresse. Então, tente limpar o recipiente o mais rápido que consegui, para que os animais voltem a sua "casa". 

Saiba mias:  Filtro para aquário: conheça a importância, funcionamento e modelos

Por fim, o estresse pode ser causado pelos próprios comportamentos dos membros da casa. Bater no vidro do aquário, colocar o dedo dentro na água para encostar no peixe e fotografias com flashes são atitudes que assustam esses animais. Como foi dito, eles são muito sensíveis e ações assim não são nada bom para sua saúde. 

Se não forem os motivos acima a causa das mortes dos seus peixes, é possível que ele esteja doente. Na hora da compra, fique atento a sinais como, pontos brancos na pele, barbatanas cortadas ou machucadas, comportamentos estranhos e aquário sujo. Isso são os sintomas mais comuns e visíveis que indicam que o peixes está doente ou estressado. 

A maioria dos donos não entendem porque os peixes de aquário raramente sobrevivem
reprodução shutterstock
A maioria dos donos não entendem porque os peixes de aquário raramente sobrevivem

Se você observar algum animal assim, não compre. Por mais que só aja um doente no aquário, o mais provável é que todos acabem infectados. A recomendação é avisar um vendedor da condição daquele peixe para que seja tratado e escolha outro saudável para levar. 

Saiba mais:  As diferentes utilidades de um aquário e possíveis acessórios decorativos

Tente evitar ao máximo que seu futuro bichinho passe por episódios de estresse, pois assim as chances de outras doenças aparecem no futuro se reduzem e, consequentemente, sua morte prematura. 

Qualidade da água

O outro principal motivo que leva a morte dos peixes é a qualidade da água. Este líquido é imprescindível para a vida desses animais, então qualquer cuidado incorreto pode ser mortal. Então, é importante descobrir em qual ponto esta errando para saber como consertar. 

A limpeza do aquário é fundamental para garantir a qualidade de vida do peixe, porém não é tão simples quanto parece. O filtro pode até ajudar nisso, mas de vez em quando a água precisa ser trocada e esse processo não é agradável para os bichinhos. 

Nesse momento de renovação, deve-se conservar 40% da água "velha" e completar com a nova. O líquido antigo precisa ser tratado para eliminar a maior quantidade de amoníaco possível e só depois misturar com o novo. Os peixes não sobreviveriam à mudança completa de água, por isso é importante manter um pouco da "velha". Jamais utilize água da torneira, pois têm muito cloro e cal, nocivos para esses animais. Opte pela potável e, se possível, sem aditivos. 

Durante a limpeza, coloque os peixes num recipiente com a água velha e não deixe resquícios de produtos no aquário. Lembre-se de usar materiais de limpeza próprios para tanques.

A maioria dos donos não entendem porque os peixes de aquário raramente sobrevivem
reprodução shutterstock
A maioria dos donos não entendem porque os peixes de aquário raramente sobrevivem

Além do momento da higienização do aquário, outro ponto de atenção é o oxigênio e amoníaco. O primeiro garante a vida dos peixes, já o segundo em grandes quantidades causa a morte. O envenenamento por amoníaco e afogamento por falta de oxigênio estão entre os principais motivos de morte prematura. 

Para evitar que isso aconteça, a primeira dica é manter o aquário sempre limpo. Excremento, decomposição de comida e até morte de outros seres vivos dentro do tanque desprendem amoníaco. Então, faça mudanças parciais e regulares da água e instale um bom filtro. O aparelho se encarregará de eliminar todo o resíduo tóxico e também proporcionará oxigênio. 

A segunda dica, para impedir o afogamento, é saber que a quantidade de oxigênio que pode se dissolver na água de um aquário é limitada. Lembre-se de consultar antes a quantidade e o tamanho dos peixes para comprar o recipiente ideal. 

Leia mais:  Quer ter um aquário marinho em casa? Saiba como cuidar

Mesmo que você tome todos esses cuidados, saiba que às vezes os peixes de aquário morrem sem causa aparente e não tem o que fazer. Zele todos os dias pela vida do seu bichinho, garantindo um ótimo lugar para morar, assim a sua esperança de sobrevivência aumentará consideravelmente. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.