Tamanho do texto

Economizar nos equipamentos e não ter calma ao preparar o aquário estão entre os erros cometidos

Para quem adora peixes em casa, essa é uma das histórias mais tradicionais: você vê um lindo aquário em algum lugar e deseja ter um igual em sua casa. Vai até um pet shop, compra o recipiente, os animais e a comida. No entanto, pouco tempo depois, os peixinhos não acabam resistindo e morrem. 

Leia mais:  Saiba como montar um aquário corretamente

Infelizmente, essa situação acontece bastante em diversas casas, principalmente as com crianças, que acabam ficando animadas para ter esses animais aquáticos. Mas não se assuste, pois é normal donos iniciantes cometerem erros ao montar seu primeiro  aquário .  Todo mundo precisa aprender, e fazemos isso através de tentativas e erros. 

Montar um aquário pode ser mais difícil do que parece. Ele precisa de dedicação, responsabilidade e investimento
reprodução shutterstock
Montar um aquário pode ser mais difícil do que parece. Ele precisa de dedicação, responsabilidade e investimento

Por incrível que pareça, um aquário é bem complicado de montar. Depois de pronto, é lindo de ser admirado, mas antes é preciso bastante dedicação e investimento. Este recipiente é mais do que um objeto de decoração e observação, na verdade é um pequeno ecossistema, exigindo paciência, responsabilidade e cuidados diários.

Pensando nisso, para te ajudar a ter um aquário bonito e montado corretamente, iremos mostrar os sete erros mais comuns que iniciantes cometem. Desta forma, seus peixes irão ter vida próspera e você identificará onde está errando sempre que monta um aquário.

1. Comprar peixes sem se informar antes

Os peixes escolhidos irão influenciar no tipo de aquário e na escolha dos utensílios. Por exemplo, o Betta vive bem em um recipiente pequeno e sozinho, mas tem outras espécies que só prosperam com seu cardume em um ambiente bem maior. É por causa de situações assim que é importante pesquisar bem sobre os peixes, como é seu habitat e como vivem para você oferecer o melhor aquário possível. Este preparo evita que eles morram antecipadamente ou então gere problemas entre as espécies. Caso esteja com muitas dúvidas, consulte um vendedor de confiança ou um profissional para te ajudarem a escolher os peixes ideais. 

Veja também:  Quer ter um aquário marinho em casa? Saiba como cuidar

2. Colocar o aquário em local errado

É importante colocar o recipiente em um local estratégico da casa. O aquário precisa de sol, principalmente os que tem plantas vivas dentro, mas luz direta e constante não é bom. Isso pode causar a proliferação de algas, que consomem os nutrientes e afetam o equilíbrio. Além disso, prefira lugares com tomadas próximas, mantenha longe de animais e coloque num móvel estável, resistente e sem obstáculos que dificultem a manunteção e limpeza.

Você precisa de bastante dedicação e investimento se deseja ter um aquário cheio de vida
Reprodução
Você precisa de bastante dedicação e investimento se deseja ter um aquário cheio de vida


3. Economizar nos equipamentos

Aquário não combina com economia, principalmente se você deseja ter um bem grande e com muitos peixes. A maioria precisa de utensílios extras e são eles que costumam dar mais gastos. O filtro é indispensável para manter o ecossistema funcionando. É ele que garante a limpeza e qualidade da água, tornando-a cristalina, inodora e habitável para os animais e plantas. Existem dois modelos: interno e externo. Consulte um vendedor para te ajudar na escolha. 

Já a iluminação também é importante. Ela funcionará como um sol artificial, garatindo a fotossíntese das plantas no aquário. A iluminação mais usada é a fluorescente, existindo lâmpadas especiais para aquários. Por fim, um termostato também é bastante útil comprar. Ele permite que você fique de olho na temperatura e evitar que ela oscile ou reduza. Os peixes precisam de uma determinada temperatura para seu metabolismo funcionar corretamente. 

Leia mais:  Como cuidar de um aquário de água doce

4. Não ter calma ao preparar o aquário

Antes de sair correndo para comprar os peixes, é preciso que o aquário esteja totalmente pronto para a chegada deles. Se você estiver com pressa e não realizar todas as etapas, pode comprometer a vida dos animais. Então, o ideal é fazer uma ciclagem na água, um processo que ajuda na colonização de bactérias nitrificantes. Ele dura de 15 dias a um mês e deve ser feito antes do peixes chegarem. Para ter certeza que a água está em condições de recebê-los, faça o teste de amônia, vendido em lojas especializadas. 

5. Negligenciar o tratamento da água

Na hora que comprar o aquário, prepare o fundo com areia ou substrato, vendido em qualquer loja especializada. Depois pode colocar a decoração, como plantas, pedras e troncos, prefira os naturais a artificiais. Só depois vem a água e ela precisa ser tratada. Da mesma forma que a filtramos para beber, também precisamos fazer o mesmo com a dos peixes.

O ideal é que ela venha sem cloro, pois é prejudicial aos animais. Caso use a da torneira, trate-a com condicionador de água, encontrado em grandes pet shops. Este processo irá reduzir a presença do cloro e metais, ajudando a torná-la potável. É importante não negligenciar o tratamento da água se desejar oferecer uma boa vida aos seus peixes. 

Alguns erros são bem comum dono iniciantes cometerem
reprodução shutterstock
Alguns erros são bem comum dono iniciantes cometerem


6. Despejar a ração de qualquer jeito

É muito comum o dono jogar a ração de qualquer jeito no aquário e simplesmente deixar lá, esperando que os peixes comam tudo. O problema desta atitude é a sobra de comida que fica no fundo. O filtro não é capaz de tirar todo o excesso, o que causa a acumulação de restos de alimento. Por isso, na hora das refeições, espere um pouco e observe o quanto seus animais comem. Isso irá te ajudar a saber a quantidade certa de ração e evitar desperdício. 

7. Não realizar manutenção

Se você montou o aquário corretamente, terá apenas que realizar manutenções periódicas. É importante limpar o aquário, cuidar do filtro para garantir que ele continue funcionando normalmente e a água precisa ser trocada eventualmente. No entanto, negligenciar esta parte pode comprometer a saúde dos peixes e eles morrerem mais cedo. 

Veja também:  Filtro para aquário: conheça a importância, funcionamento e modelos

Conferindo todas esta dicas, será bem difícil seu aquário não prosperar. Seus peixes irão agradecer por proporcionar um ambiente tão rico e natural. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.