Tamanho do texto

Cada pelagem necessidade de um cuidado especial, e conhecer cada uma pode ajudar na hora da tosa, do banho e de comprar produtos

Cada pet é diferente do outro e, consequentemente, sua pelagem também terá um aspecto único. A espessura, a textura e o tamanho variam conforme a região de origem do animal, podendo ser liso, longo, duro, curto, entre outros. Ou seja, existem diversos tipos de pelos de cachorro e muitos donos nem fazem ideia. 

Leia também: Quais são as maneiras corretas de escovar o pelo do cachorro?

Conhecer os tipos é muito importante, pois cada pelagem necessita de um cuidado especial. É a mesma regra que aplicamos para nossos cabelos: se você tem cabelo cacheado, irá usar produtos próprios para ele, certo? Portanto, aprender sobre os pelos de cachorro pode te ajudar na hora da tosa, do banho e de comprar os produtos certos.

Além disso, você também compreenderá melhor como regular a temperatura, percebendo se o animal precisa ou não de abrigo para se proteger. Conheça os tipos de pelo mais comuns e deixe seu cãozinho ainda mais lindo. 

Pelos longos

É muito importante conhecer os tipos de pelos de cachorro para saber como cuidar
reprodução shutterstock
É muito importante conhecer os tipos de pelos de cachorro para saber como cuidar

Bem fácil de identificar, obviamente por causa do longo comprimento, esse tipo de pelagem cai continuadamente durante todo o ano. Porém, a situação piora nas épocas de muda. Ela divide em três categorias, confira.

1) Com textura lisa

Necessita de cuidados diários, porque se quebra e embaraça com facilidade. Escove todos os dias para evitar emaranhados. Dê banho somente uma vez ao mês, mas é importante utilizar produtos específicos se deseja manter os fios sedosos e brilhantes, assim como impedir o aparecimento de nós. Não se esqueça de usar secador para a secagem completa.

Raças com pelo longo e liso precisam de tosa contínua, feito com tesoura e de preferência só com um profissional. Um exemplo desse tipo de pelagem são os cães da raça Maltês, Yorkshire Terrier e Lhasa Apso.

2) Textura encaracolada ou frisada

Esse tipo de pelagem é especialmente complicada de cuidar, sem contar que continua crescendo continuamente, precisando de tosa o ano inteiro. Exemplos de cães com esse pelo são as raças Poodle e Bichón Frisé.

Leia também: Truques caseiros para manter o pelo de cachorro sempre brilhoso

O pelo encaracolado e frisado precisa de banho mais frequente, pois tende a se sujar mais e ressecar com facilidade. Dê banho a cada 20 dias aproximadamente, usando shampoo especial do tipo hidratante. Evite condicionadores que dão volume. A secagem deve ser cuidadosa e, de preferência, feita por profissionais. 

A escovação semanal é sugerida para estimular a oleosidade natural do pelo e evitar o aparecimento de nós. Em relação à tosa, deve ser feita com tesoura e algumas partes podem ser trabalhadas com máquina elétrica. A recomendação é só cortar os fios em um especialista. 

3) Textura ondulada

Cães com pelagem ondulada têm a textura da pele mais grossa e geralmente são de médio e grande porte. Além disso, costumam ser bons nadadores e aguentar um frio moderado. Exemplos de raças com esse pelo são Setter Gordon e Golden Retriever. 

Os cuidados aqui são mais simples e se assemelham aos fios lisos. Portanto, dê banho uma vez ao mês com produtos específicos, escove regularmente para manter o pelo limpo por mais tempo e evitar nós e, por fim, tose ou apare conforme a necessidade. 

Pelo curto

É muito importante conhecer os tipos de pelos de cachorro para saber como cuidar
reprodução shutterstock
É muito importante conhecer os tipos de pelos de cachorro para saber como cuidar

Essa pelagem é bem rente ao corpo e o comprimento dos fios variam entre 1 e 4 centímetros. Apesar de se dividir entre lisa e dura, ela necessita de bem menos cuidados do que o pelo longo. 

1) Textura lisa

Bem mais fácil de manter e cuidar, cães com pelo curto e liso precisam de banhos moderados, a cada mês e meio. Dar banho demais pode danificar as estruturas protetoras da pelagem natural. Escove uma ou duas vezes por semana utilizando uma escova macia.

Não há necessidade de tosa , pois os fios quase não crescem. Tenha atenção especial na época de muda, na primavera e outono. Exemplos de raças com essa pelagem são Pit Bull, Doberman e Boxer.

Leia também: Conheça a técnica Stripping para cuidar corretamente dos pelos de cachorro

2) Textura dura

O animal é classificado com pelo duro quando os fios atingem 10 centímetros de comprimento e tem uma espessura característica. Cães que estão nessa lista são o Schnauzer e o West Highland Terrier. Por mais complicado que seja cuidar desse pelo, deve ser conservado para que a função impermeável se mantenha única e característica.

A necessidade de escovação é diária, pois quando o fio novo está nascendo, o anterior seca e fica preso, e só uma escova consegue retirá-lo. Algumas raças que possuem pelagem dura têm duas camadas de pelo, uma dura e outro mais suave e brilhante. 

Os banhos devem ser a cada três ou quatro semanas, utilizando shampoos específicos sem óleos ou suavizantes para manter a naturalidade do pelo. Já a tosa, só com máquinas elétricas para conseguir o corte típico da raça. Cães que participam de concurso precisam recorrer a profissionais que dominem as técnicas de trimming e stripping.

Pelo duplo

É muito importante conhecer os tipos de pelos de cachorro para saber como cuidar
reprodução shutterstock
É muito importante conhecer os tipos de pelos de cachorro para saber como cuidar

Cães com pelagem dupla tem um pelo denso por baixo de um longo. Apenas cães originários de regiões frias possuem esse tipo, pois precisam aguentar temperaturas muito baixas. Border Collie, São Bernardo, Pastor Branco Alemão e Sheepdog são exemplos de raças com essa pelagem.

Nesse caso, os fios podem ser longos ou curtos, com espessura áspera ou levemente lisa. Independente do modelo, é importante utilizar um shampoo específico e jamais condicionador, já que a pelagem precisa estar armada e densa. A necessidade de tosa irá variar conforme o ambiente em que o cão vive.

Leia também: Saiba como escolher a máquina de tosa ideal para o cachorro

Se você não conseguir identificar a pelagem do seu pet, consulte um profissional. Ele conhece todos os tipos de pelos de cachorro e conseguirá te dar algumas dicas de cuidados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.