Tamanho do texto

O sistema de gerenciamento funciona em qualquer lugar do mundo, pois utiliza satélites para o rastreamento

Por mais que os cuidados e a atenção sejam intensos, o bichinho de estimação pode fugir a qualquer momento, e encontrá-lo não é fácil. Foi pensando nisso que o GPS para cães foi desenvolvido. O sistema de gerenciamento é o mesmo utilizado em rastreamento de mapas de celulares e serviços de mapeamento de automóveis, ou seja, através de satélites.

Leia também: Sane todas as suas dúvidas sobre microchip para cães e gatos

O GPS para cães transmite mais confiança do que os microchips, que nada mais são do que um “cartão de identidade” do animal, reunindo suas informações importantes e não possui sistema de rastreamento. Ainda existem poucas opções de GPS no Brasil, mas aos poucos teremos mais modelos e de fácil acesso em pet shops. 

Como funciona o GPS para cães?

O GPS para cães foi desenvolvido para evitar as fugas de animais
reprodução shutterstock
O GPS para cães foi desenvolvido para evitar as fugas de animais


O sistema de GPS costuma vir acoplados nas coleiras. Através dele, o dono consegue delimitar toda uma área de livre circulação do pet, como casa, quintal e arredores. Quando o bichinho ultrapassar esse limite, o aparelho emite um sinal, geralmente via wireless, com a localização exata do animal. Você pode escolher entre receber por e-mail ou mensagem de texto a notificação.

Algumas coleiras mais modernas vêm com a opção de baixar um aplicativo no celular, permitindo que o dono monitore em tempo real o animal. Além de ser bastante útil em casos de fuga, pode ser usada também em viagens. O sistema evita que o cachorro entre em um voo errado ou, pelo menos, te garante a rápida localização do mesmo. 

Leia também: 10 aplicativos para cães que vão facilitar a vida dos donos 

Como utiliza satélites no sistema de rastreamento, funciona em qualquer lugar do mundo. O GPS é bastante preciso e raramente dá problema. 

Modelos disponíveis no mercado

A maioria dos GPS para cães vem acoplados na coleira
reprodução shutterstock
A maioria dos GPS para cães vem acoplados na coleira


Tagg – The pet Tracker

Trata-se de uma coleira com sistema GPS e Sistema Wi-Fi, compatível com IOS e Android. Você pode delimitar uma área de acesso com e, caso o animal ultrapasse, você será notificado através de e-mails, mensagens ou aplicativo. Se estiver sem conexão, o alerta será enviado para outros cinco contatos. 

O aparelho é extremamente resiste e funciona até em contato com água. A bateria dura até 31 dias e pode ser recarregada. Já está disponível no Brasil, mas a venda só acontece pela internet. 

SpotLite

Esse sistema funciona de forma parecida com a Tagg, mas tem um botão de resgate extra na coleira. Ele permite que alguém o acione assim que encontrar o pet, enviando uma notificação de emergência para o dono. Infelizmente, o SpotLite não está disponível ainda no Brasil. 

The Pet Locator

Esse aparelho tem um tamanho pequeno e deve ser fixado na coleira. Funciona bem em áreas de sinal mais fraco, pois além do GPS, trabalha com sistema GSM. Todas as funções são monitoradas através de uma bateria e um pequeno painel solar. Já está disponível no Brasil e pode ser pedido pela internet. 

Leia também: O cachorro perdido escapou da coleira? Saiba como pegá-lo de volta

O valor do GPS para cães ainda são elevados e o encontrá-los no mercado não é tão simples. Mas, com o tempo, o aparelho vai começar a ser firmar no mercado e os preços irão reduzir.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.