Tamanho do texto

Por mais tentador que seja, não o adote sem tentar encontrar os verdadeiros donos ou pega-lo sem ter nenhum tipo de cuidado

Você já encontrou um gato perdido pela rua e não soube o que fazer? É normal as pessoas não terem ideia de como agir e acabam não ajudando o animalzinho. Porém, é importante que você não ignore a situação e tente solucionar o problema. Seu auxílio é de muita importância para o pet retornar ao lar. 

Leia também: Gato perdido: dicas para evitar a fuga do pet e como encontrá-lo

O primeiro passo é não adotá-lo logo de cara. Por mais tentador que seja, evite se afeiçoar ao pet e chamar de seu, pois ele provavelmente pertence a alguém. Se fosse o seu gato perdido iria gostar que o devolvessem, então não aja dessa maneira. Por outro lado, se não pertencer a ninguém, pode ser arisco e acabar te machucando quando for pegá-lo.

Evite adotar o gato perdido logo de cara, pois os donos podem estar procurando por ele
reprodução shutterstock
Evite adotar o gato perdido logo de cara, pois os donos podem estar procurando por ele

Para sua segurança, tenha certeza de que aquele bichano é doméstico. Às vezes, você se deparou apenas com um passeando pela rua, os bichanos fazem muito isso. A diferença desse animal para o que só vive dentro de casa é a vulnerabilidade, dificuldade para andar entre as pessoas e falta de habilidade para conseguir alimento sozinho. 

Tem ainda aquele gato que é de rua e vive em colônias. Esses bichanos são ariscos e não se adaptarão à casa de família. 

Se observar que felino está nitidamente desconfortável, confuso e não sabe se virar, provavelmente está perdido. Então, tente se aproximar devagar e vá ganhando a confiança dele. Se ele permitir seu toque, verifique se há coleira com nome e telefone dos donos. Havendo identificação, fica bem mais fácil devolvê-lo.

Leia também: Por que contratar o serviço de um seguro para animais de estimação?

Como agir quando não há coleira

Nesses casos, leve-o a um veterinário para descobrir se há algum microchip de identificação. Caso não tenha, pergunte aos moradores e estabelecimentos próximos da onde o encontrou se alguém conhece o possível dono. Verifique também se há cartazes de busca pela região e procure nas redes sociais avisos sobre o bichano. 

Se nada der certo, comece uma campanha para encontrar os verdadeiros tutores. Tire uma foto boa, informe onde e quando o achou, seu nome e seu contato. Distribua cartazes pelas ruas, estabelecimentos e abrigos. Peça aos seus familiares para compartilharem sua publicação nas redes sociais e ajudarem na busca do dono pela web. 

Utilize as redes sociais e cartazes para encontrar o dono do bichano
reprodução shutterstock
Utilize as redes sociais e cartazes para encontrar o dono do bichano

O que fazer se não encontrar os donos ou se eles não querem o animal?

Durante a busca, existe uma grande chance de você não encontrar os donos ou eles rejeitarem o animal. Em situações assim, você precisará tomar uma decisão importante: adotá-lo ou encontrar um novo lar. Em caso de adoção, lembre-se de levar o bichano ao veterinário para ser vacinado e desparasitado, se for necessário, e compre uma coleira de identificação.

Se você ou alguém próximo não puder ficar com o pet, será necessário iniciar uma nova campanha, mas dessa vez de adoção. Utilize as redes sociais e seu círculo de amigos para encontrar um novo dono. Outra opção é levá-lo para um abrigo de animais. O problema é que a maioria está lotado e podem não ter espaço disponível. 

Leia também: Novo aplicativo ajuda a encontrar animais desaparecidos

Pode ser difícil solucionar todo o caso do gato perdido , mas não desista. O animal ficará muito agradecido pela ajuda que está recebendo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.