Tamanho do texto

Gatos são animais livres e independentes e não é impossível perdê-los de vista, mas há maneiras de reencontrá-los

Bichanos são conhecidos por serem livres e bastante independentes. Não é raro encontrá-los na casa do vizinho ou dando uma voltinha pelo bairro. Porém, normalmente eles voltam no fim do dia e sabem o caminho de volta para casa. O problema é quando demora dias e simplesmente não retorna e o tutor fica desesperado. Nesse caso, é preciso saber o que fazer para encontrar o gato perdido. 

+O cachorro perdido escapou da coleira? Saiba como pegá-lo de volta

Gato perdido: dicas para evitar a fuga do pet e como encontrá-lo
Reprodução/ Shutterstock
Gato perdido: dicas para evitar a fuga do pet e como encontrá-lo

O primeiro passo é procurar se acalmar e pensar em todas as possibilidades de onde ele possa ter ido. Com algumas dicas fica mais fácil achar o gato perdido e com o advento da internet, das redes sociais e com a facilidade de se comunicar rapidamente é ainda melhor para alertar quem o tutor conhece e deixar todo mundo atento. Confira, então, algumas dicas úteis para ajudar na procura do felino. 

O melhor é prevenir

Tudo bem que muitos gatos têm o hábito de sair diariamente de casa, andar pelo muro ou mesmo na rua, mas alguns cuidados podem ser tomados para evitar fugas e problemas para o tutor.

Existe um microchip que fica preso ao corpo do pet e ajuda a localizá-lo por meio do radar. O ideal é procurar um perto da sua casa. É fácil e barato colocar esse aparelho, basta ir a um veterinário que faça o serviço. O pet será identificado pelo código presente na tecnologia e o método não é invasivo, nem o machuca, ficando embaixo da pele dele.

Mantenha em sua carteira ou em casa sempre uma foto do animal para ficar mais fácil de mostrá-lo a pessoas estranhas se ele se perder. No celular e no computador a imagem pode se perder, então deixe uma revelada, de preferência pegando o corpo inteiro do gato. 

Todo animal de estimação deve carregar no pescoço uma plaquinha de identificação , com nome dele, do dono e algum telefone de contato caso alguém o encontre. É uma das formas mais práticas e de menor custo para identificá-lo.

É imprescindível manter  redes de proteção  para felinos em casa, principalmente nas janelas, no parapeito e na sacada de apartamentos. Isso garante a segurança do pet para que não fuja nem se machuque. 

A placa de identificação ajuda a encontrar o tutor de forma mais fácil e rápida
Reprodução/ Shutterstock
A placa de identificação ajuda a encontrar o tutor de forma mais fácil e rápida


Como reencontrar o pet

1 - Procure dentro de casa antes de sair para rua. Sim, muitas vezes o pet pode estar escondido em algum lugar inusitado, como dentro do guarda-roupa, atrás da cama, atrás de todas as portas ou até dentro da churrasqueira. Esse bichinho é esperto, curioso e por isso adora explorar novos espaços;

2 - As redes sociais servem também para ajudar nas buscas. Publique fotos do bichinho, mande mensagens para conhecidos, peça para eles divugarem também e procure ONGs que ajudem animais perdidos. Divulgue no seu bairro, por meio de fotos coladas em postes e não esqueça de falar com os vizinhos. Se possível ofereça uma recompensa, o que deixa as pessoas mais atentas;

3 - Caso tenha se mudado recentemente deixe cartazes e avisos no bairro antigo também. É muito comum o gato voltar para a casa que vivia antes quando não se adapta à nova;

4 -  Vá até clínicas veterinárias próximas da região onde ele sumiu. Descreva a aparência, mostre fotos, porque muitas vezes os animais encontrados são levados a essas clínicas, onde recebem atenção e tratamento caso tenha se machucado;

+Vacinas para gatos são muito importantes para garantir o bem estar da família

É possível encontrar o gato  perdido com algumas dicas fáceis de realizar no cotidiano e também prevenindo a fuga do pet
Reprodução
É possível encontrar o gato perdido com algumas dicas fáceis de realizar no cotidiano e também prevenindo a fuga do pet

5 - Abrigos que recebem animais também podem estar com seu gatinho. É comum pessoas levarem o bichinho lá quando o encontram perdido ou mal tratado na rua. E é bom ir logo de cara nesses lugares, pois é ponto de adoção e de procura de pets.

6 - É indicado caminhar pelo bairro chamando o nome do gatinho de forma repetitiva, segurando brinquedos e comidinhas para chamar a atenção dele. Faça sons com os quais ele está acostumado e tenha uma lanterna em mãos para iluminar buracos e locais escondidos sem muita iluminação. Olhe para o alto também, em cima de carros, de árvores e até no telhado das casas. Fique atento a possíveis barulhos que ele faça ou qualquer movimento;

7 - Durante a noite os gatos ficam mais atentos e costumam responder mais aos chamados. Por isso, não pare a busca nem nesse período. Se ele estiver machucado ou assustado provavelmente vai ficar mais reservado e demorar ainda mais para responder. De tanto insistir o tutor acaba conseguindo a atenção do animal;

8 - Deixe objetos que ele gosta, como brinquedos e petiscos na porta de casa para atraí-lo e atente-se aos barulhos.

via GIPHY


+Fique atento às principais doenças de gatos

Como pegar o gato se ele está fugindo de você

Supondo que o tutor deixou o pet escapar, mas continua tendo ele em vista, é possível pegá-lo com algumas dicas.

Não faça barulhos altos, nem movimentos bruscos, muito menos corrida. Bater palmas e ficar gritando para ele talvez o assuste, então tente ir com calma. Se ele parar na sua direção, evite olhar nos olhos dele e fique de joelhos para ele não sentir que você está querendo controlá-lo. Aproxime-se dele nessa posição, estenda a mão abaixando-se e continue sem olhá-lo. Chame-o com uma voz calma e, se ele não tiver distrações, é muito provável ir até você.

Mas é importante, apesar dessas dicas, não se desesperar por mais difícil que esteja a situação. É comum o pet só reaparecer depois de meses fora de casa. E é melhor sempre pensar que alguém pode ter pegado ele para cuidar e só não o devolveu por não encontrar seu contato. Por isso, a plaquinha de identificação deve ser enfatizada e resolve a maioria dos casos de gato perdido de forma mais rápida.

+Identifique os sinais de um gato com depressão e saiba como ajudá-lo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.