Tamanho do texto

Nem sempre é possível deixar a ave com alguém de confiança, por isso levá-la na viagem se torna uma opção

Quando as férias ou um feriado prolongado estão se aproximando, é normal querer viajar e aproveitar os dias de folga. No entanto, para quem tem animais de estimação em casa não é tão simples assim. É preciso resolver primeiro o dilema: com quem ou onde meu pássaro ficará enquanto estou fora?

Leia mais:  Conheça os sintomas e tratamentos das principais doenças de pássaros

Nem sempre tem algum parente ou amigo disponível para cuidar do seu bichinho e ele não pode ficar em casa sozinho por vários dias. A solução é levá-lo junto na viagem, mas como fazer isso? Confira algumas dicas para passear com seu pássaro com segurança e não se tornar algo traumático. 

Conheça bem o pássaro

Antes de planejar uma viagem, é importante conhecer bem a sua ave. Cada espécie possui um organismo, um jeito de cuidar e uma personalidade diferente. E isso influencia muito na hora de decidir sobre a viagem. 

Viajar com animais é mais difícil do que parece, ainda mais se for dono de um pássaro, mas existe algumas dicas para fazer isso com segurança
reprodução shutterstock
Viajar com animais é mais difícil do que parece, ainda mais se for dono de um pássaro, mas existe algumas dicas para fazer isso com segurança

Se o seu pássaro for pouco sociável e bem frágil, submetê-lo a um longo trajeto pode ser prejudicial. A mudança de ambiente causará estresse e ansiedade. Nesse caso, a opção mais responsável é deixá-lo com alguém de confiança. Dê orientações específicas para quem ficar com a ave, informando suas necessidades nutricionais, higiênicas e emocionais, garantindo o bem estar dele. 

Além da personalidade, o tamanho da ave é outro fator influenciador. Afinal, quanto maior ela for, maior será o espaço que precisa. Se for deixar com um parente ou amigo, lembre-se de enviar o pássaro em uma gaiola confortável. O mesmo vale caso o animal viaje com você. É importante comprar uma caixa de transporte. 

Saiba também:  Aprender a cuidar de pássaros de estimação

Porém, caso esteja inseguro em relação a conhecer bem a personalidade e o comportamento da sua ave, consulte um veterinário especializado. Ele pode te ajudar dando dicas sobre cuidados e se deve ou não levar a ave numa viagem. 

Viajando com o pássaro em segurança

Assim como ocorre com os cães e gatos, a maneira correta de viajar com uma ave é comprando uma gaiola de transporte adequada. Em lojas de animais é possível encontrar diversos modelos, formatos e tamanhos. Escolha uma pensando no porte, personalidade, idade e estado de saúde do bichinho. 

Antes de embarcar na viagem, é preciso que a ave se acostume com a nova gaiola. Lembre-se que está apresentando um lugar novo e diferente, existindo o risco do animal não reagir bem a mudança. Por isso, não force ele a ficar em um ambiente desconhecido. Realize uma adaptação gradual. 

A primeira etapa de viajar com um pássaro é comprar uma gaiola de transporte adequada
reprodução shutterstock
A primeira etapa de viajar com um pássaro é comprar uma gaiola de transporte adequada

Primeiramente, o deixe dentro da gaiola transportadora por alguns minutos durante alguns dias. Incentive sua permanência oferecendo comida e brincando. O pássaro precisa enxergar o novo ambiente como um local bom. Repita esse processo durante alguns dias e vá aumentando gradualmente seu tempo lá dentro. 

Caso ele se mantenha relutante em entrar, não force. Será pior obrigar a ave a agir contra sua vontade. Deixe que ela entre sozinha todas às vezes. O processo de adaptação será mais eficaz dessa forma. 

Check-up da saúde

Antes de embarcar na viagem é importante fazer um check-up da saúde do seu bichinho. Você não pode correr o risco de passear com o pet existindo o risco de estar com problemas de saúde. Então, a primeira etapa é levá-lo ao veterinário para realização dos exames de rotina. 

Se o diagnóstico for bom, continue alimentando-o de maneira balanceada e seguindo suas necessidades nutricionais, e incentivando o desenvolvimento físico e mental. Não se esqueça de seguir o calendário de vacinas e desparasitação.

Escolhendo o destino

Se for levar mesmo sua ave junto com você, é imprescindível escolher um local adequado. Pense sobre o clima, hospedagem, espaço disponível e tempo que haverá para cuidar o animal. Não adianta nada querer viajar com o pet e levá-lo para um lugar totalmente diferente do seu ambiente normal. Isso só causará estresse em ambos e seus dias de escanso vão por água abaixo. 

Leia mais:  Dicas para ajudar um pássaro ferido e evitar possíveis acidentes

Viagem de carro

Caso opte por uma viagem de carro, lembre-se de reservar um espacinho nos bancos para colocar a gaiola. Acrescente um bebedouro e um comedouro, evitando que o bichinho desidrate ou passe mal. Não se esqueça de fazer paradas frequente durante o trajeto para a ave tomar um ar, beber água fresca e descansar um pouco. 

Viagem de avião

Viajar de avião com uma ave é bem mais complicado do que com outros animais. Antes de tudo, confira como é a legislação do país de destino sobre receber pets estrangeiros. Alguns bichinhos podem ser considerados ilegais e outros precisam ficar de quarentena. Então, confira detalhadamente as leis do local. 

Nunca deixe seu bichinho sem comida e água durante uma viagem, pois ele poderá ficar estressado e desidratado
reprodução shutterstock
Nunca deixe seu bichinho sem comida e água durante uma viagem, pois ele poderá ficar estressado e desidratado

Depois disso, veja quais companhias aéreas aceitam transportar animais. Num geral, é necessário um atestado de saúde da ave fornecido pelo veterinário. Com esse documento em mãos, você conseguirá obter a GTA (Guia de Transporte Animal) junto ao Ministério da Agricultura. 

O animal precisará estar dentro de uma caixa transportadora apropriada. A viagem não será permitida se ele estiver em uma gaiola comum. O valor que pagará no transporte varia muito, pois depende da companhia aérea e volume da caixa.

Hotel para animais

Se viajar com a ave não é uma opção e também não tem alguém de confiança para cuidar dela, a melhor opção é deixá-la em um hotel para animais. Hoje em dia existe diversas opções disponíveis, basta procurar uma que se encaixa no seu bolso e aceite aves. 

Veja também?  Saiba como ajudar seu pássaro a se adaptar ao novo lar

É importante passar todas as informações sobre seu pássaro para que os profissionais saibam como cuidar dele. Assim, você poderá viajar em paz e seu pet passará alguns dias se divertindo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.