Tamanho do texto

É normal que donos vegetarianos desejem a companhia do pet nessa nova dieta, mas existem dúvidas sobre a restrição de carne

Quem é adepto ao vegetarianismo sabe que essa forma de alimentação é um estilo de vida. A pessoa precisa abrir mão da carne e fazer acompanhamento com nutricionista para se manter saudável. Dessa forma, é muito provável que já tenha passado pela sua cabeça ter um animal vegetariano também. 

Leia também: Veterinária sana as principais dúvidas sobre alimentação natural para cães

Não é estranho que você queira que seu bichinho te acompanhe nessa jornada alimentar, mas será que é uma boa ideia ter um animal vegetariano ? Sabemos que os pets são diferentes dos seres humanos e precisam de nutrientes específicos para estarem saudáveis. Por isso, é normal ter dúvidas e se questionar sobre o vegetarianismo no mundo animal. 

E acredite, você não é o único a ter esse desejo. Mesmo que pareça estranho, em muitos países existem pets que são vegetarianos. Só no Reino Unido já são mais de 50 mil casos relatados, nos Estados Unidos esse número dobra. Descubra, então, se é saudável para o companheiro peludo seguir a mesma dieta do dono. 

Restrição da carne na vida dos animais 

Por causa da natureza onívora e carnívora dos animais, não é certo deixar de oferecer todos os nutrientes necessários para a saúde deles, por mais que os donos não consumam a mesma coisa
reprodução shutterstock
Por causa da natureza onívora e carnívora dos animais, não é certo deixar de oferecer todos os nutrientes necessários para a saúde deles, por mais que os donos não consumam a mesma coisa

Como é de responsabilidade dos donos oferecer as refeições para o peludo, ele não escolhe sozinho comer ou não determinado alimento, a menos que não goste de certos itens. Dessa forma, partimos do pressuposto que os cães são onívoros e os gatos são carnívoros em sua essência.

Por causa dessa natureza, não é certo deixar de oferecer todos os nutrientes necessários para a saúde dos pets, por mais que os donos não consumam a mesma coisa. Observando por uma perspectiva fisiológica, os dentes dos animais são feitos para cortar, arrancar e estraçalhar seu alimento. Eles não nasceram com dentes molares, aqueles feitos para o consumo de vegetais. 

Leia também: Será que é uma boa ideia dar frutas para gatos comerem?

Em relação ao organismo dos bichos, segue a mesma lógica da dentição. O aparelho digestório foi desenvolvido para digerir carne, até mesmo ainda crua. Por outro lado, não conta com sucos gástricos para fazer a digestão de vegetais. 

As pessoas que decidiram deixar de lado a carne e embarcar numa dieta vegetariana, não podem estabelecer as mesmas restrições aos animais de estimação. Isso é um verdadeiro erro e irá refletir diretamente na qualidade de vida do pet. Ele pode ter deficiências nutricionais, resultando em doenças graves. Os gatos são os mais prejudicados, já que não aproveitam tão bem os nutrientes dos vegetais.

Muitos especialistas acreditam que, às vezes, os fortes ideais dos proprietários os levam a empurrar seus bichinhos para um mundo que não satisfaz todas suas necessidades. Tal decisão está relacionada ao hábito de " humanização dos animais ". Nessa lógica, os donos enxergam os peludos como pessoas e, consequentemente, devem seguir a mesma vida que eles. 

É curioso como existe uma tendência de misturar os desejos e as filosofias de vida com as necessidades reais dos pets. Por mais que seja bom ter um companheiro vegetariano dentro de casa, essa mudança na dieta está indo contra as demandas nutricionais do animal. 

Além disso, essa decisão fica ainda pior quando está indo de acordo com as próprias concepções, sem ao mesmo buscar informação profissional. É imprescindível consultar um veterinário quando desejar trocar a dieta do animal, ainda para uma tão radical como a vegetariana. 

Recomendações médicas sobre a dieta vegetariana

Os gatos são os mais prejudicados com a mudança na dieta, já que não aproveitam tão bem os nutrientes dos vegetais. Os felinos podem ter sérios problemas nutricionais se não comer carne
reprodução shutterstock
Os gatos são os mais prejudicados com a mudança na dieta, já que não aproveitam tão bem os nutrientes dos vegetais. Os felinos podem ter sérios problemas nutricionais se não comer carne

Ainda não existem estudos que comprovem os malefícios ou os benefícios da alimentação vegetariana para os pets. Mesmo sendo possível oferecer esse tipo de dieta, sem causar problemas à saúde, não significa que esse hábito seja o melhor. 

Portanto, seu bichinho pode ter uma dieta sem carne, caso esse seja o seu desejo. Porém, é fundamental que a ração escolhida forneça todas as vitaminas e demais nutrientes necessários. Será preciso, também, combinar e complementar o alimento com suplementos, vitaminas e nutrientes para compensar a falta de carne. 

Lembre-se de visitar o veterinário assim que decidir mudar a dieta do peludo. Ele indicará a ração que traz mais benefícios para a saúde, quais verduras e frutas o animal pode comer e como realizar a transição. Um planejamento é extremamente necessário para evitar mudanças bruscas na saúde.

Leia também: Veterinária explica os benefícios de incluir banana na alimentação do cão

Além disso, lembre-se que nem todos os pets podem embarcar no vegetarianismo. Animais idosos, doentes, grávidos e recém-nascidos devem manter o hábito alimentar onívoro por questão de saúde. 

A mudança para o vegetarianismo

Ter um animal vegetariano em casa demanda muita atenção e acompanhamento médico intensivo. Além disso, é preciso estar disposto a gastar o necessário para proporcionar um alimento completo e de qualidade para ele
reprodução shutterstock
Ter um animal vegetariano em casa demanda muita atenção e acompanhamento médico intensivo. Além disso, é preciso estar disposto a gastar o necessário para proporcionar um alimento completo e de qualidade para ele

É preciso levar em conta que o pet não se transformará em vegetariano da noite para o dia. A mudança deve acontecer de forma gradual, seguida de acompanhamento médico. Vá retirando a carne pouco a pouco e passe a oferecer mais vegetais, frutas, grãos, etc. 

Além disso, existe a possibilidade do bichinho não aceitar a nova alimentação. Para ele, o normal é comer carne e não legumes, por isso é de se esperar que ele rejeite o novo prato de comida. Se você reparar que o animal está deixando de comer, ficando cansado demais e sem energia, esqueça a ideia de vegetarianismo. 

Leia também: Frutas e verduras venenosas para os cães

Por mais que se trate de sua filosofia de vida, o pet não precisa pagar pelas suas escolhas. Ter um animal vegetariano em casa demanda muita atenção e acompanhamento médico intensivo. Além disso, é preciso estar disposto a gastar o necessário para proporcionar um alimento completo e de qualidade para ele. Será mesmo que o esforço vale a pena?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.