Além de manter os pets aquecidos, é importante ter cuidado com a hidratação
reprodução shutterstock
Além de manter os pets aquecidos, é importante ter cuidado com a hidratação

Quando chegam as estações mais frias do ano, é comum que as pessoas busquem meios para se proteger contra os males do frio, entre eles o ressecamento da pele. Os animais também passam por esse problema causado pelo clima seco – assim como os lábios das pessoas podem ficar com rachaduras, o mesmo ocorre com o nariz dos cães.

As rachaduras no nariz dos cachorros podem gerar dores e até indicar que estão com alguns problemas de saúde, necessitando de maior atenção por parte dos tutores.

focinho dos cães costuma ficar molhados pois eles ficam lambendo essa região com frequência, mas é normal que fiquem secos em algumas ocasiões, como quando os pets estão dormindo. A menos que o cão demonstre sinais de que está doente ou incomodado com algo, alguns cuidados básicos podem ser tomados para melhorar o ressecamento do focinho, como uma simples limpeza com um pano úmido.

É importante evitar o uso de produtos como sabonetes ou talcos no focinho, pois podem causar irritação ou até agravar o problema. No mercado existem produtos formulados especificamente com ingredientes para hidratarem essa região.

Um dos mais comuns em hidratantes é o D-Pantenol, conhecido como percursor da vitamina B5 ele consegue atrair e reter umidade, fazendo com que a pele fique hidratada. Assim como sua deficiência pode causar descamação e despigmentação cutânea. Ele ainda auxilia na renovação da pele e ajuda bastante quando o focinho do pet está muito ressecado ou descascando.

Outro ingrediente que pode ser um importante aliado na hora de hidratar o nariz dos pets é a aveia, que pode aumentar a hidratação da epiderme, que é a camada mais superficial da pele. A aveia é rica em vitamina E, que ajuda a fortalecer a barreira cutânea, além de ter efeito calmante para peles sensíveis.

Se mesmo após o tutor realizar a hidratação do focinho as rachaduras persistirem, é importante procurar por um médico veterinário para descobrir se o cão está com algum problema de saúde.

Manter o ambiente onde o pet vive arejado e longe de mofos também contribui para que o focinho não resseque. O tempo frio também faz diminuir o consumo de água, o que aumenta a desidratação.

É fundamental sempre manter água fresca disponível, e, se possível, distribuir pela casa recipientes com água para os animais de estimação, para que possam se hidratar sempre que sentirem sede.

“Alimentos úmidos e frutas como melão e melancia também ajudam na hidratação nos dias mais frios. É importante também garantir que os pets não estejam passando frio, principalmente aqueles que costumam ficar no quintal ou fora de casa, nesse caso roupas e cobertores são essenciais para garantir que eles fiquem protegidos e confortáveis”, ressalta Carol Vaz, cofundadora da Dog’s Care.

Para garantir que os pets tenham sempre ajuda quando necessário, o iG Pet Saúde oferece aos tutores consultas emergência e até opção de transporte ao veterinário. Confira essas e outras vantagens de se ter um plano de saúde pensado especialmente para cães e gatos, por apenas R$ 24,90 nos três primeiros meses.

Acompanhe o Canal do Pet e os maiores destaques do  Portal iG no Telegram!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários