Existem diversas especialidades na medicina veterinária
FreePik
Existem diversas especialidades na medicina veterinária

Quando os animais de estimação passam por algum problema de saúde, a única certeza que os tutores têm é a de que devem levar o pet até um hospital ou clínica veterinária. Mas, dependendo do problema que o animal tiver, é possível levar a qualquer lugar?

O que fazer se o animal de estimação for de uma espécie diferente, que não seja cachorro ou gato, como avesroedores, réptil , ou mesmo um  aracnídeo? Uma pessoa com dor de dente não procura um oftalmologista, por exemplo.

Para sanar essas dúvidas, o Canal do Pet buscou a orientação de médicos veterinários que explicam quais especializações são as indicadas para determinados problemas de saúde e quais trabalham com animais de estimação “não convencionais”.

“O médico veterinário pode ter várias especializações, de acordo com o seu interesse. Não existe um limite, desde que o profissional seja ético e dedicado ao que se propõe a fazer como especialista”, afirma a veterinária Mayra Susenko.

Clínico geral

De acordo com a médica veterinária Gabrielle Lima Barbosa, o clínico geral é o profissional cujo os tutores e os animais vão ter o primeiro contato dentro de um hospital veterinário. Ele é o responsável por diagnosticar e tratar as doenças mais simples e gerais dos pacientes. Fica a cargo do clínico geral também encaminhar o pet para o especialista adequado, caso tenha enfermidades mais complexas.

São eles também os responsáveis pelas vacinações, vermifugações, exames de rotina e outras orientações gerais.

Clínica e cirurgica

O médico veterinário cirurgião é especialista em tratar e diagnosticar enfermidades por meio de cirurgias, sendo também o responsável em acompanhar o paciente no pré, trans e pós-operatória, definindo assim a melhor conduta para o tratamento e o momento ideal para entrar em cirurgia.

“Nos últimos anos, os cirurgiões gerais vêm se especializando em determinadas doenças e intervenções cirúrgicas como ortopedia, cirurgias torácicas, retiradas de tumores, entre outras. Existem ainda cirurgiões específicos para cada espécie, entre elas os cães e gatos, aves, animais silvestres, animais de reprodução, cavalos, bovinos e pequenos ruminantes”, explica o cirurgião geral Raphael Grillo.

Dermatologia em cães e gatos

Doenças de pele e infecções são tratadas pelos dermatologistas
Shutterstock
Doenças de pele e infecções são tratadas pelos dermatologistas

Mayra explica que o veterinário dermatologista é responsável pela saúde da pele, dos pelos, unhas e orelhas dos animais de estimação. O profissional que atua no tratamento de otites, alergias, alopecias (queda excessiva de pelos) e outras doenças de pele que acometem os animais, que podem ser causadas por ácaros, fungos e bactérias.

Nutrição animal

O especialista em nutrição animal é o responsável por adequar a alimentação do pet à sua necessidade nutricional, calculando as quantidades necessárias de energia e nutrientes que o paciente deve ingerir de acordo com cada fase da vida, estado de saúde e condicionamento físico.

“O acompanhamento nutricional do pet pode ser feito por um profissional especializado na área desde filhote, para que ele cresça de maneira saudável, mas é muito utilizado e importante nas recuperações de enfermidades que debilitam os animais, na necessidade de emagrecimento do pet, diabetes, doenças renais e outras doenças metabólicas”, explica Mayra.

Oftalmologia veterinária

A oftalmologia veterinária é a especialidade que cuida dos olhos dos animais, que podem apresentar diversas alterações oftalmológicas, desde vermelhidão e secura, conjuntivite simples, até catarata e úlceras de córnea.

“É o médico veterinário oftalmologista que realiza os exames específicos para o diagnóstico correto e o tratamento mais eficaz de acordo com cada caso, também é o responsável pela realização de procedimentos cirúrgicos curativos nos olhos dos animais”, conta Mayra.

Leia Também

(Continue a leitura logo abaixo)

Leia Também

Odontologia veterinária

O odontologista cuida da saúde bucal dos animais
FreePik
O odontologista cuida da saúde bucal dos animais

O profissional especializado em odontologia veterinária, ou “dentista de pet” é o responsável por cuidar da saúde bucal dos animais, que sofrem com problemas como doença periodontal, cáries e mal hálito, dentes quebrados, tratamento de canal, neoplasias oreis, fraturas de mandíbula ou maxilar, realizando até mesmo implantes dentários.

“A limpeza periódica de tártaro também deve ser feita por um médico veterinário que tenha conhecimento na área”, ressalta Mayra.

Anestesia

A anestesiologista Samantha Braune explica que o anestesista veterinário é responsável por realizar uma avaliação pré-operatória para determinar se o paciente será apto para receber a anestesia (desde uma sedação, até a anestesia geral).

Esse profissional define os riscos e possíveis complicações, realiza a escolha do protocolo individualizado de acordo com a situação do paciente e procedimento cirúrgico a ser realizado.

“Durante o procedimento, o anestesista realiza a monitoração de todos os parâmetros vitais do paciente e, caso ocorra qualquer intercorrência, ele deve estar apto a realizar manobras para tentativa de reversão do quadro. Além disso, esse profissional também é responsável pelo controle de dor”, explica a especialista.

Clínica de animais exóticos e silvestres

Este é o médico veterinário especializado em pets tidos como “não convencionais”, capacitados para atender espécies diferentes de acordo com as demandas de cada uma, entendendo suas necessidades de cuidado e manejo próprias, assim como as diferenças de metabolismo e enfermidades particulares.

“Este profissional realiza o atendimento clínico, direciona os melhores cuidados de alimentação, higiene e ambientação de acordo com a espécie atendida, profilaxia sanitária (vacinas e vermífugos, quando necessário), além de ser responsável pelo tratamento curativo destes animais”, exemplifica Mayra.

Laboratorial (Patologia Veterinária)

Médicos veterinários patologistas são especializados no diagnóstico de doenças dos animais domésticos e silvestres por meio de exames de tecidos e fluidos corpóreos. A especialização é dividida em dois ramos, a patologia clínica e a patologia de anatomia.

“A patologia clínica executa e interpreta exames laboratoriais (sangue, urina, fezes, raspados de pele, cultura de fungos e bactérias), enquanto a patologia de anatomia analisa tecidos por meio de citologias, histopatológicos e necropsias”, explica Mayra Susenko.

Um patologista raramente terá contato direto com os tutores ou mesmo com os pets em consultas.

Um plano de saúde que reúne todas as especialidades para cães e gatos

iG Pet Saúde
Divulgação
iG Pet Saúde

Se o seu pet precisar de atendimento em consultas, assim como exames clínicos e até cirurgias de emergência e até transporte até a clínica. Você pode evitar complicações e contar com a assistência de um plano de saúde totalmente dedicado ao bem-estar de cães e gatos.

iG Pet Saúde conta com assistência 24 horas com mais de 100 clínicas parceiras em todo o Brasil, além de ser aceito em sua clínica de preferência, por um sistema de reembolso.

** Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho, Renan Tafarel é apaixonado por pets e cultura pop. Escolheu o jornalismo por enxergar na profissão uma oportunidade abrangente de conhecer novas pessoas, culturas e histórias diversas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários