Tamanho do texto

Também chamado de hemograma, esse exame avalia as células sanguíneas do paciente e detecta diversas patologias previamente

Com a evolução das tecnologias e da medicina veterinária, os bichos de estimação tem cada vez mais acesso à saúde de qualidade que até pouco tempo era restrita aos humanos. E, como um tratamento eficaz depende de diagnósticos precisos, a união com laboratórios veterinários é essencial. São eles que realizam exame de sangue em animais, por exemplo.

Leia também: Você sabia que os pets também podem doar sangue?

Inclusive, entre todos os pedidos do veterinário, esse é o mais solicitado. Também chamado de hemograma, seu objetivo é avaliar as células sanguíneas do paciente e detectar patologias como anemia, infecções, endopasitas e mau funcionamento da medula óssea antes do pet apresentar sintomas. Ou seja, o exame de sangue em animais  é importantíssimo no diagnóstico e controle da evolução de doenças.

Além de todas essas funções, o hemograma também é usado como exame de triagem, pois auxilia na avaliação da gravidade e evolução de algumas enfermidades durante o tratamento. Sabendo de sua importância, cabe aos donos não deixarem de fazer sempre que o médico solicitar. 

Células sanguíneas analisadas durante o hemograma

O exame de sangue em animais é importantíssimo no diagnóstico e controle de evolução de doenças. Cabe aos donos não deixarem de fazer sempre que o médico solicitar
reprodução shutterstock
O exame de sangue em animais é importantíssimo no diagnóstico e controle de evolução de doenças. Cabe aos donos não deixarem de fazer sempre que o médico solicitar

Assim que o sangue do animal for colhido, ele será encaminhado aos profissionais para analise. A coleta demora alguns minutos e não causa dores, sendo muito semelhante ao exame realizado pelos humanos. No laboratório, as diferentes células sanguíneas serão estudadas a fim de encontrar desordem no organismo, sendo elas: 

  • Hemácias: células vermelhas responsáveis pelo transporte de oxigênio do organismo. O hemograma conta a quantidade de hemacias, pois a diminuição ou aumento indicam estados anormais.
  • Plaquetas: produzidas na medula óssea, tem a função de coagular o sangue. O exame também conta a quantidade presente no corpo, já que o aumento e a diminuição são sinais de anormalidade. 
  • Hemoglobina: é medida a quantidade de hemoglobina (proteína existente no interior das hemácias, e plasma) em um volume de sangue. 
  • Leucócitos: células brancas que fazem parte do sistema de defesa do organismo. Novamente, é contado a quantidade para encontrar anomalias. 
  • Contagem diferencial de leucócitos: nesse estudo, é determinada a proporção de cada tipo de leucócitos. Existem cinco diferentes: neutrófilos, linfócitos, monócitos, eosinófilos e basófilos.
  • Hematócrito: é medido o volume percentual de hemácias (responsáveis pelo transporte de oxigênio, gás carbônico e cor vermelha do sangue) em um volume de sangue. 

Leia também: Cachorro sangrando pelo nariz: o que pode provocar esse problema?

Quando o veterinário solicita o exame

Em geral, o hemograma é solicitado apenas como exame de rotina para verificar como anda a saúde do pet. Não existe uma periodicidade específica, mas costuma ser uma vez ao ano no caso de animais saudáveis
shutterstock
Em geral, o hemograma é solicitado apenas como exame de rotina para verificar como anda a saúde do pet. Não existe uma periodicidade específica, mas costuma ser uma vez ao ano no caso de animais saudáveis

Em geral, o hemograma é solicitado apenas como exame de rotina para verificar como anda a saúde do pet. Não existe uma periodicidade específica, mas costuma ser uma vez ao ano no caso de animais saudáveis. Contudo, há outros motivos que levam o veterinário pedi-lo.  Antes de cirurgias ou procedimentos médicos é um exemplo. O hemograma serve para avaliar se os valores estão dentro dos parâmetros fisiológicos, garantindo que a operação ocorra com segurança e sem complicações repentinas. 

O exame de sangue também ajuda a analisar a aceitação do organismo a tal tratamento medicamentoso. Se o bichinho estiver reagindo mal ou o remédio não estiver fazendo efeito, o hemograma conseguirá detectar.

Outra função do exame é caracterizar o quadro clínico do pet após um trauma, como atropelamento, brigas, quedas, etc. A análise da quantidade de sangue perdida pode detectar diversas complicações, por exemplo, uma hemorragia. O exame também identifica os tipos de leucócitos, sendo de grande ajuda no diagnóstico de outras condições, como uma alergia ou asma.

Leia também: O coração do seu pet está saudável? Confira alguns cuidados necessários 

Recomendações importantes para a coleta

Os resultados do exame de sangue em animais demoram alguns dias para ficarem prontos. Assim que pegá-los, leve ao veterinário para que sejam avaliados e interpretados
reprodução shutterstock
Os resultados do exame de sangue em animais demoram alguns dias para ficarem prontos. Assim que pegá-los, leve ao veterinário para que sejam avaliados e interpretados

O ideal é que o animal esteja em jejum alimentar durante a coleta. Portanto, algumas horas antes, não ofereça mais ração e o mínimo de água. Evite que ele faça esforço físico, passe por momentos estressantes e informe ao médico se o animal toma alguma medicação. Todos esses fatores podem alterar o resultado do exame. 

Não precisa ter medo da coleta, pois não há contraindicações expressas para realizar o hemograma e, caso seu bichinho não possa fazê-lo, o veterinário irá te informar. Além disso, os riscos são extremamente raros. 

O que normalmente acontece é o local da retirada ficar com um leve hematoma ou um pouco inchado. Compressas de água ao longo do dia resolvem esse problema. Também existe a chance de alguns animais terem problemas de coagulação e sofrem de sangramento contínuo. Nesses casos os enfermeiros ajudarão no estancamento. 

Leia também: Cirurgia em animais: como preparar o pet para o procedimento? 

Os resultados do exame de sangue em animais demoram alguns dias para ficarem prontos. Assim que pegá-los, leve ao veterinário para que sejam avaliados e interpretados. Se alguma anomalia for encontrada, um tratamento será prescrito. Caso contrário, o hemograma foi apenas para acompanhar a saúde e o bichinho se encontra bem.