Tamanho do texto

Não é raro encontrar um cachorro que morde por brincadeira ou para chamar atenção; André Almeida dá dicas para adestrar cães com esse comportamento

Entre os principais problemas comportamentais dos cães está a mordida. Muitos, desde filhote, se acostumam a mordiscar a mão, o braço ou até o pé das pessoas como forma de brincadeira ou de chamar a atenção. Mas o comportamento do cachorro mordendo muito precisa ser corrigido, afinal não é nada agradável. 

Leia também: O cão pode brincar de cabo de guerra? Como saber se a diversão é saudável?

André Almeida, do Adestramento Comportamental, explica que o processo de alterar esse comportamento do cachorro mordendo muito é demorado. O importante é ter paciência, constância - corrigir o cão sempre que ele morder - e fazer exercícios de adestramento com o pet. 

undefined
Reprodução
Os donos de Joy, uma filhote de quase 4 meses, têm o problema do cachorro mordendo muito

"Antes de iniciar o adestramento é importante saber porque os cães mordem. Desde filhotes até mais velhos, eles criam o hábito de pegar com a boca, com isso eles querem conquistar a atenção. Eles estão procuram por interação", explica o adestrador. 

Sabendo disso, o tutor deve se preocupar em ter obediência do cão. Petiscos ou até mesmo a ração podem ser utilizados para ensinar ao pet que ele precisa ter paciência e saber se aproximar, esperar e ganhar o que deseja, sem precisar morder para isso. 

Leia também: Cachorro agressivo: adestrador dá dicas de como resolver esse problema

Um dos principais exercícios de adestramento com essa finalidade pode ser feito na hora da refeição do cachorro. Em vez de oferecer a ração de uma vez no potinho, coloque-a na sua mão. Se o cachorro morder para chegar até a comida, não dê. Quando usar a lambida para alcançar o mesmo objetivo, recompense-o. 

André faz esse exercício na aula da Joy, uma filhote de Vizsla que está perto de completar 4 meses e tem a mordida como característica. Assista para entender melhor o passo a passo. 



Vale reforçar que fazer o exercício de obediência com o cachorro muito agitado não é indicado, já que ele não vai ter a atenção necessária para aprender. Por isso, fazer uma atividade física com o animal antes ajuda a ter uma aula tranquila depois. 

O adestramento deve ser feito também nas interações do dia a dia. Sempre que o animal tiver a atitude de morder, retire a mão da boca dele e só dê atenção novamente quando ele parar. Outra opção é mostrar para o cão que aquilo não é legal: mecha o dedo e faça cosquinha na língua do pet, assim ele sentirá um desconforto e associará isso à ação de morder.

Fazer uso dos comandos "senta" , "fica", "não" e "deita" também pode ajudar no controle do cão durante as aulas e nas situações cotidianas. 

"O seu cachorro não precisa apanhar para aprender, mas você tem a obrigação de mostrar para ele o que é certo e o que é errado. Só depois disso ele irá apresentar o comportamento que você precisa", afirma André. 

Portanto, se você tem o problema do cachorro mordendo muito, faça o trabalho de correção o quanto antes. Impedir que o animal enxergue isso como normal e torne um hábito pode dificultar o adestramento depois. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.