Tamanho do texto

André L. Almeida, do Adestramento Comportamental, mostra em vídeo o passo a passo dos truques para fazer em casa; assista

Fazer com que seu pet aprenda novos truques pode parecer um desafio. O bichinho não dá muita atenção, demora para responder aos comandos... Mas, o segredo é a persistência e a aplicação correta das técnicas de adestramento. É o que mostra André L. Almeida, do Adestramento Comportamental e colunista do Canal do Pet, que irá ensinar como treinar o cachorro para que ele obedeça aos comandos "senta" e "vem". 

Leia também: Adestrador mostra como ensinar o cachorro a não pular nas visitas

André, do Adestramento Comportamental, mostra como treinar o cachorro a sentar e vir com as aulas da pequena Luna
Adestramento Comportamental
André, do Adestramento Comportamental, mostra como treinar o cachorro a sentar e vir com as aulas da pequena Luna

Os comandos "senta" e "vem" são extremamente importantes para a criação de obediência do animal, por isso, por mais que o cão seja disperso e agitado, não se pode desistir. André mostra como treinar o cachorro para essas ações báscias pode ser simples, porém demorado, já que o pet não costuma aprender de uma hora para a outra, ele leva um tempo para assimilar. 

Como treinar o cachorro para o comando "senta"

O primeiro passo para ensinar qualquer comando para o cachorro é ter em mãos um "prêmio". Pode ser um petisco, uma fruta ou legumes que ele gosta muito e até mesmo a ração, se a alimentação do animal for bem regrada e o treino acontecer na hora que ele costuma comer.  A melhor escolha é sempre a que chama mais atenção do bichinho. 

Com o "prêmio" em mãos, mostre-o para o cachorrinho e ganhe a atenção dele. Então, levante o petisco, por exemplo, na altura da testa do animal. "Isso faz com que a posição fique desconfortável, e o cachorro precise sentar para conseguir alcançar o petisco", explica André. Junto com esse movimento, dia "senta". 

Repita essa ação quantas vezes forem necessárias.  Mesmo que o pet tenha feito o comando "senta" , ele ainda não está familiarizado com o truque. Após realizar algumas vezes o movimento ele acaba assimilando a qual movimento a palavra "senta" se refere. 

Leia também: Já ouviu falar de linfoma felino? Saiba tudo esse tipo de câncer

"Não há quem ensine um cão a sentar ou deitar. Eles já fazem isso sozinhos. O que nós fazemos é treiná-los para que eles façam isso ao receber um comando", explica o adestrador.

Ensinado o comando "vem"

Quando o cão já estiver respondendo bem ao comando "senta", você pode introduzir mais um ensinamento na aula. O ideal é que seja algum simples, como o comando "vem"

O bichinho já está muito interessado no prêmio que ganha ao sentar, então, basta colocar a recompensa na palma da mão e fazer o gesto "vem" com os dedos, falando a palavra em voz alta ao mesmo tempo. O cão só ganha o que quer no momento em que vai até a mão do dono ou do adestrador. 

A obediência virá como no "senta", por assimilação e muita repetição. 

André reforça que antes de ensinar qualquer coisa, inclusive o comando "senta" é necessário preparar o animal: um novo ambiente, barulho e pessoas novas podem tirar o foco do cachorro e fazer com que o aprendizado demore mais. 

A aula de adestramento da Luna

André mostra tudo isso na aula de adestramento da Luna, uma filhote de Pastor de Shetland. Por ser muito novinha, ela se distrai com barulhos na rua ou qualquer outra coisa que aconteça no ambiente. Além disso, se cansa rápido e é importante não forçar.

Esse é o vídeo das duas primeiras aulas da filhotinha. Confira todo o processo de ensinamento. 


Leia também: Como interromper a produção do leite materno de uma cadela?

Na terceira aula, Luna já mostra um progresso impressionante. A concentração aumenta muito e o tempo de resposta aos comandos "senta" e "vem" diminui. Dá uma olhada. 



Agora que você já sabe como treinar o cachorro a fazer esses comandos básicos, é hora de tentar com o seu em casa. Vale a pena lembrar que se você não chegar ao resultado desejado, é importante procurar a ajuda profissional de um adestrador, como o André, do Adestramento Comportamental. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.