Tamanho do texto

André Almeida, do Adestramento Comportamental, explica que um simples "tchau, já volto" pode ser o motivo de muitos problemas comportamentais

Chegar em casa e encontrar papel higiênico espalhado, revista rasgada, sofá destruído ou reclamação do vizinho que o cachorro está latindo muito são cenas vividas por muitos tutores. O que poucos não sabem é que a culpa disso pode não ser exatamente do cachorro. Se todas as vezes que o tutor for sair de casa falar "tchau, se comporta que eu já volto" ou algo do tipo para se despedir, ele pode estar desencadeando comportamentos assim. 

Leia também: Cachorro agressivo: adestrador dá dicas de como resolver esse problema

As bagunças feitas pelo cachorro podem ser resultado do ato do dono se despedir dele
shutterstock
As bagunças feitas pelo cachorro podem ser resultado do ato do dono se despedir dele

André Almeida, do Adestramento Comportamental, explica que "quando os donos vão fazer uma atividade com o cachorro - como passear ou brincar -, eles geralmente falam com o animal e isso cria uma expectativa, que gera uma certa agitação do cão". Assim, se você fala alguma coisa ou faz carinho para se despedir do cachorro antes de sair de casa, deixa ele agitado e sem meios para gastar toda a energia adquirida. O resultado são comportamentos indesejados por parte do bichinho. 

Além da agitação que resulta na distruição de móveis e papéis espalhados pela casa, o animal pode reagir ao "tchau" de outra forma. Quando o dono se despede e o cachorro entende que vai ficar sozinho, ele fica no pé da porta o tempo inteiro chorando, latindo e até uivando porque não quer ficar sozinho. 

Leia também: Adestrador fala da importância de creches para cachorros em grandes cidades

O ato de se despedir do cachorro também pode fazer com que ele fique o tempo inteiro triste esperando pela volta do dono
shutterstock
O ato de se despedir do cachorro também pode fazer com que ele fique o tempo inteiro triste esperando pela volta do dono

Porém, ambos comportamentos não são causados apenas no momento da saída, é preciso tomar cuidado também com o retorno. "O cachorro se condiciona com a rotina do dono e as regras que ele coloca, mas também se condiciona nesses momentos que ele vai sair e fala para o cão 'olha, eu vou sair, mas quando eu voltar, eu vou trazer um brinquedinho para você' porque ele acha que isso vai compensar sua ausência, mas não vai. Isso só vai premiar o comportamento que o cachorro teve", explica o adestrador. 

Leia também: Cachorro fazendo buracos no jardim? Adestrador dá solução para o problema

Para evitar que isso aconteça, a dica de André Almeida é evitar se despedir do cachorro quando sair de casa. No momento do retorno, não dar atenção imediata para que ele não entenda a volta do dono como um prêmio pelo que fez no tempo que ficou sozinho. Outro ponto importante é gastar a energia do cachorro, fazer passeios longos e brincar com ele pode diminuir os problemas comportamentais. Assita ao vídeo completo com as dicas.