Tamanho do texto

Os diferentes tipos de brinquedos podem ser utilizados para divertir e diminuir o estresse dos cães; saiba tudo sobre o assunto

Os cães têm muita energia e boa parte dela vem do instinto e necessidade de explorar, correr, pular e morder. O resultado disso, somado a criação de dependência com o dono, pode ser desastroso: móveis mordidos, controle remoto e cabo de carregador destruídos, almofadas estouradas, papel higiênico pela casa inteira. Para melhorar comportamentos do tipo, estresse e ansiedade de separação o tutor pode ter ajuda dos brinquedos para cachorro.

Leia também: É possível adestrar cachorro com idade mais avançada?

De acordo com a médica veterinária Juliana Toledo da Cobasi São Caetano do Sul, “os brinquedos para cachorro podem ser utilizados para divertir e reduzir o estresse deles. Isso porque interações com os familiares fazem com que o cão aumente o vínculo social, crie confiança no proprietário e melhore comportamentos inadequados, além de levar ao bem-estar e a felicidade do cãozinho”. 

Os brinquedos para cachorro podem ser utilizados para divertir e diminuir o estresse dos bichinhos
shutterstock
Os brinquedos para cachorro podem ser utilizados para divertir e diminuir o estresse dos bichinhos

Além disso, os brinquedos de modo geral, tem a finalidade de treinamento da parte cognitiva, ou seja, auxilia mentalmente o cão, evitando assim doenças ocasionadas por estresse ou falta de atividade.

Assim, a relação do cachorro com o brinquedo deve começar desde cedo. O período entre o 55º e o 90º dia de vida é o ideal para socialização e descobrimento dos cheiros, sons, texturas e sabores por parte dos filhotes. Por isso é importante apresentar para o cão todos os tipos de brinquedos.

Tipos de brinquedos para cachorro

“Os brinquedos de modo geral, tem a finalidade de treinamento da parte cognitiva, ou seja, auxilia mentalmente o cão, evitando assim doenças ocasionadas por estresse ou falta de atividade. Os cães brincam em qualquer idade da vida!”, explica Juliana Toledo.

O tipo de brinquedo varia de acordo com a idade, tamanho do cachorro, raça e temperamento. Mas, os que não podem faltar são bolas de tênis e ossos de náilon, que além de terem resistência, distraem o animal por longos períodos.

Bolas de tênis e ossos de nylon são brinquedos para cachorro fundamentais
Divulgação

Os que dispensam alimentos aos poucos são recomendados para cães ansiosos e bem ativos, eles ajudam também em questões de obesidade, já que impedem que o animal coma muito rápido.

Mordedores de látex, bolinhas de borracha, frisbees e bichinhos de pelúcia devem ser oferecidos com supervisão. Essas opções são importantes para apresentar diferentes texturas para o animal e ainda aproxima-lo do dono.

Bichinhos de pelúcia e frisbees são brinquedos para cachorro que garantem a diversão junto com o dono
Divulgação


Cuidados necessários em relação aos brinquedos

Segundo a veterinária da Cobasi Juliana Toledo, “o maior cuidado com os brinquedos é em relação ao tamanho e risco de obstrução no aparelho digestivo, caso o animal destrua em pequenos pedaços e os engula. Por isso os brinquedos resistentes e de material digerível são os mais indicados”.

Assim, a atenção deve ser redobrada quando se trata de brinquedos muito pequenos, pontiagudos, com pecinhas que soltam ou quebram facilmente.

Ossos de couro devem ser evitados porque não são digeridos no estômago e podem acabar causando obstrução gástrica ou engasgos. Cordas longas podem causar enforcamentos e até plissamento intestinal.

Leia também: Tudo que você precisa saber sobre ração úmida para gatos

Usando os brinquedos para melhorar o comportamento do cachorro

Os brinquedos para cachorro são capazes de prender a atenção do bichinho e fazê-lo gastar energia. Além disso, bolinhas, frisbees e todas as opções que geram interação do dono com o animal aumentam o vínculo social do bichinho e fazem com que ele crie confiança no proprietário, se tornando mais obediente.

Essas interações são fundamentais para o cãozinho porque melhoram o bem-estar, trazem felicidade, divertem e reduzem o estresse dele.

A dica da Dra. Juliana Toledo é, principalmente no calor, congelar alguns brinquedos e oferecer em situações de visitas diferentes, hora das refeições da família ou períodos longos em que o animal ficará sozinho em casa, dessa maneira ele pode se distrair por um período maior, evitando até mesmo crises de ansiedade por separação. 

Os brinquedos podem ser usados também como recompensa em processos de adestramento.

Os brinquedos para cachorro podem ajudar também no adestramento e melhora do comportamento do pet
shutterstock
Os brinquedos para cachorro podem ajudar também no adestramento e melhora do comportamento do pet


Meu cachorro só gosta de um brinquedo específico, isso é um problema?

Para a veterinária Juliana Toledo “não há nenhum problema do cachorro gostar apenas de um brinquedo, mas é preciso ficar atento se esse comportamento é sadio ou se está se tornando algo possessivo. Alguns cães podem até demonstrar agressividade quando o brinquedo é retirado e isso não é saudável”.

Meu cachorro não se interessa por nenhum brinquedo, o que posso fazer? 

Muitos cães não sabem brincar, porque não foram estimulados na fase de aprendizado do filhote que vai do 2º ao 3º mês de vida e, em alguns casos, não relacionam o objeto brinquedo com o ato de brincar.

Nesses casos, a dica da Dra. Juliana é “achar algo que chame a atenção do animal e treiná-lo para entender o que é uma brincadeira. Inicialmente esse treinamento pode ser feito com petiscos, e passeios externos. Muitas vezes ele pode não se sentir motivado com os brinquedos, mas em um parque ele socializa e interage com outros cães, o que já é uma brincadeira”.

Leia também: Cobasi doará 70 toneladas de ração para comemorar seu aniversário de 33 anos

Outra forma de enriquecer o ambiente desse cãozinho são passeios com guia e coleira apenas para que cheire o ambiente e descubra novos lugares, os cães gostam muito da companhia humana e dessa forma, podem treinar a parte cognitiva mesmo sem interesse pelos brinquedos para cachorro e brincadeiras.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.