Tamanho do texto

O canino consegue descobrir todas as informações sobre o parceiro apenas cheirando seu rabo

De todos os hábitos que os caninos têm, como correr atrás do próprio rabo, uivar, se esfregar na perna dos humanos, o mais estranho é cheirar o rabo de cachorros desconhecidos. Isso acontece principalmente durante os passeios: seu pet se aproxima de outro animal e ambos começam a cheirar o traseiro do outro.

Leia também: Briga entre cães: saiba como evitar e corrigir esse mau comportamento 

É um pouco constrangedor, certo? Mas esse comportamento tem um motivo e não é nada nojento. Antes de julgar seu amigo de quatro patas você precisa entender porque cheirar o rabo de cachorros é algo normal. 

Conhecendo o olfato dos cães

O olfato, como todos sabem, é o sentido que mais se destaca nos cachorros. A capacidade de cheiro deles é muito mais avançada que a nossa
reprodução shutterstock
O olfato, como todos sabem, é o sentido que mais se destaca nos cachorros. A capacidade de cheiro deles é muito mais avançada que a nossa

O olfato , como todos sabem, é o sentido que mais se destaca nos cachorros. A capacidade de cheiro deles é muito mais avançada que a nossa. O nariz dos caninos contém 150 milhões de receptores, enquanto o dos humanos tem apenas 5 milhões, tornando o olfato deles cerca de 100.000 vezes mais sensível do que o de seu dono.

Além disso, os cães dedicam cerca de 1/3 da massa cerebral na detecção e identificação de odores. Já nós utilizamos apenas 5% para essa finalidade. Para tornar o olfato ainda melhor, os peludos nasceram com uma ferramenta adicional, chamada órgão de Jacobson.

Ele está localizado dentro da cavidade nasal e abre para o céu da boca. Sua função é agir como um sistema olfativo secundário, projetado especificamente para comunicação química. Os nervos do órgão de Jacobson se ligam diretamente ao cérebro e são diferentes dos nervos localizados no tecido olfativo do nariz, pois não respondem aos odores comuns. 

As células nervosas desse órgão trabalham com algo muito mais específico. Elas lidam com uma variedade de substâncias que muitas vezes nem tem odor, ou seja, detectam cheiros "indetectáveis". 

O órgão de Jacobson está ligado diretamente a parte do cérebro que cuida do acasalamento, identificando feromônios e informando aos cachorros se há algum parceiro disponível para reprodução. Ademais, aumenta o sentido dos filhotes recém-nascidos, auxiliando na procura pelo leite materno. 

Leia também: Cão correndo atrás do rabo? Saiba o que esse comportamento pode significar

As duas partes do sistema detecção de odor do cão, nariz e órgão de Jacobson, trabalham juntos para proporcionar maior sensibilidade ao olfato. Sozinhos, nenhum dos dois conseguiria fazer o que conseguem em equipe. 

O cheiro é a forma como os cães se comunicam

. Agora que você já sabe que cheirar o rabo de cachorros não é estranho, mas sim muito importante para a comunicação do peludo, não impeça tal comportamento
reprodução shutterstock
. Agora que você já sabe que cheirar o rabo de cachorros não é estranho, mas sim muito importante para a comunicação do peludo, não impeça tal comportamento

Como os cães não falam, encontraram outra forma para se comunicarem entre si: linguagem corporal. Quando os animais se encontram, geralmente caminham em círculos para avaliar a atitude e postura do outro. Nessa hora tudo conta, como abanar o rabo, orelhas levantadas, latido, etc. 

O olfato também é muito utilizado durante a "conversa" entre pets. Com o cheiro conseguem determinar o sexo, comportamento e até mesmo o estado de saúde do outro. Observando por esse lado, os animais tem vantagem sobre as pessoas na hora comunicação, pois unem todos os sentidos para conhecer o companheiro. 

Mas afinal, por que eles cheiram o rabo do outro?

Os caninos tem o costume de cheirar o rabo de outros cães, pois é a forma que encontraram para se comunicar
reprodução shutterstock
Os caninos tem o costume de cheirar o rabo de outros cães, pois é a forma que encontraram para se comunicar

Dentro do reto há dois pequenos sacos, chamados glândulas anais, que secretam uma substância específica através de um par de pequenas aberturas. As glândulas são esvaziadas naturalmente quando os músculos do esfíncter retal se contraem durante um movimento intestinal.

Os donos não conseguem identificar o cheiro dessa substância, pois ela é mascarada pelo forte odor das fezes. Porém, o olfato dos caninos conhece a diferença e ela é única para cada cachorro. Por isso que, após cheirar o rabo do outro, é possível estabelecer a base da uma relação e até mesmo descobrir se já haviam se conhecido antes. 

Leia também: Comportamento canino: por que os cães viram a cabeça para o lado?

O canino consegue descobrir todas as informações sobre o parceiro através do odor liberado pelo reto. Agora que você já sabe que cheirar o rabo de cachorros não é estranho, mas sim muito importante para a comunicação do peludo, não impeça tal comportamento. Permitir essa forma de contato é respeitar a natureza dos cães.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.