Usar itens como papel alumínio e cascas de frutas cítricas podem afastar os gatos da decoração sem causar nenhum mal a eles
Karolina Grabowska/Pixabay
Usar itens como papel alumínio e cascas de frutas cítricas podem afastar os gatos da decoração sem causar nenhum mal a eles

Uma das modas da vez no TikTok são usuários compartilhando um método não convencional para tentar impedir que os gatos venham a escalar a árvore de Natal, que é correr atrás do animal com a árvore, antes de decorá-la, a fim de assustar o bichano para que ele passe a ter medo e não destrua a decoração. A questão é que especialistas em comportamento animal estão alertando sobre os riscos de método.

Tutores de gatos certamente estão acostumados em ver os pets subindo pelos móveis da casa e, vez ou outra, destruindo alguns objetos. Quando surge uma novidade, a curiosidade dos felinos se torna mais aguçada e eles tendem a querer escalar pela árvore e a brincar com as bolinhas da decoração, é da natureza desses animais.

Os vídeos compartilhados na rede social estão ganhando milhares de visualizações. Uma usuária chamada @alexisjj_ escreveu: “Se você perseguir seu gato com a árvore de Natal, ele ficará com muito medo de f***r com ela”, afirmando que o gato de estimação dela não destrói mais as árvores de Natal há anos.

Seguindo a tendência, a usuária @becs.richards recebeu mais de 3.5 milhões de curtidas - em menos de três dias – em um vídeo em que aparece assustando o gato com a árvore. “Eu vi um TikTok dizendo que se você traumatizar seu gato com sua árvore antes de colocá-la, eles o deixarão em paz”, escreveu na legenda.

As reações ao vídeo foram mistas, com usuários apoiando e outros criticando a atitude. "Por que você está fazendo isso? É tão cruel", questionou um usuário. E ele não está sozinho, aos Newsweek, especialistas afirmaram que o método não funciona a longo prazo e pode causar problemas sérios de saúde para o animal.

Leia Também

De acordo com Daniel Cummings, oficial uma instituição de caridade da Cats Protection, assustar um gato não terá nenhum propósito além de estresse desnecessário. Ele afirma também que a maioria dos gatos passa por estresse nesta época do ano, devido à mudança na rotina, tanto na decoração da casa quanto no comportamento das pessoas em volta. Ao serem expostos a situações desnecessariamente estressantes, eles podem desenvolver problemas de comportamento e doenças como infecções do trato urinário.

Também ao Newsweek, Anita Kelsey, autora do livro “Vamos falar sobre gatos”, afirmou que o gato não entenderá porque o tutor está causando medo ou estresse e que, mais do que em relação a árvore, o pet pode acabar ficando com medo de entrar no cômodo em que a decoração está e assim acabar urinando pela casa. Além de isso gerar uma quebra de confiança entre o gato e a pessoa que o está assustando.

Entre as dicas dadas pelos especialistas para resolver o problema - sem precisar perturbar o gato - é usar de reforço positivo e fornecendo alternativas, como escaladores do tipo árvore para gatos. Colocar uma base firme na árvore, para que ela não tombe com facilidade e optar por enfeites não quebráveis.

Outra dica é colocar barreiras em volta da árvore de Natal usando  cascas de frutas cítricas e folha de estanho. Esses itens podem ajudar na decoração em a maioria dos gatos não gosta do aroma cítrico e da sensação do alumínio sob as patas –  o que pode ajudar também a impedir que os bichanos venham a arranhar o sofá da sala.

"Nenhum dono de gato gostaria de estressar o pet intencionalmente, e parte de se ter um gato é aceitar os comportamentos naturais do animal", finalizou Daniel Cummings.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários