Superpopulação de gatos no Chipre preocupa voluntários
Reprodução
Superpopulação de gatos no Chipre preocupa voluntários


Voluntários que alimentam milhares de gatos pelas ruas do Chipre estão preocupados com a superpopulação de felinos na ilha. As informações são do G1.

Dinos Ayiomamitis, que alimenta até 200 gatos diariamente, é um dos voluntários e afirma que, pela contagem deles, o número de gatos é semelhante ao da população humana. "Não houve nenhuma contagem oficial, mas com base em nossa própria avaliação, podemos dizer que o número de gatos é igual ao da população humana da ilha, no mínimo. Eles podem se aproximar de um milhão, que é uma estimativa grosseira", analisa Ayiomamitis.


O voluntário pediu ajuda para a criação de um programa estadual de esterilização visando conter a população de gatos. "Se não houver uma intervenção séria para controlar a população teremos um grande problema. Já é um grande problema. Tem bairros onde uns alimentam, outros podem não querer, jogam veneno, brigas surgem entre os vizinhos, isso não está certo, há maneiras de lidar com isso, a primeira e mais importante é o que eu falei, que exista um programa estadual de esterilização", pontuou.

Segundo o G1, o estado reserva 75 mil euros anuais para esterilizações de gatinhos. Em 2021, o programa foi iniciado em junho, mas o voluntário considera insuficiente para a superpopulação já existente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários