Cachorro fica mais tranquilo quando está usando suas orelhinhas extras
Reprodução/Instagram
Cachorro fica mais tranquilo quando está usando suas orelhinhas extras

Myko foi adotado em um abrigo da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. O cãozinho sem raça definida – ou um legitimo vira-lata caramelo, para os brasileiros. Elena, a tutore de Myko, que pediu para não ter seu sobrenome revelado, o encontrou online e foi logo conquistada pelos grandes olhos castanhos do pet.

“Quando vimos as fotos dele, foi amor à primeira vista... Seu rostinho na tela com aqueles enormes olhos castanhos foi amor à primeira vista, para nós dois, e sabíamos que tínhamos que resgatá-lo”, contou a tutora ao The Dodo.

Myko é um cachorro feliz, mas bastante sensível. Algo no passado fez com que ele se tornasse um cachorro bastante assustado e ansioso, barulho de água, fogos de artificio, trovões e até o ventilador de teto da sala assustavam o animal.

Quando ficava nervoso, Myko começava a latir e nada parecia acalmá-lo. Elena conta que havia lido sobre “Thundershirts” ( roupas especiais que envolvem o cachorro como em um abraço, semelhante a técnica do lençol ), mas sem dar muita atenção. Até que um dia ela decidiu testar a fantasia que havia comprado para o pet no último halloween, que nada mais era do que uma fantasia de Ió – o burro do desenho do Ursinho Puff, da Disney.

Você viu?

Elena retirou apenas a parte das orelhas e colocou em Myko, logo ela notou que a leve pressão que as orelhas da fantasia exerciam sobre as do cachorro, já era o suficiente para deixa-lo mais tranquilo. Então a peça se tornou a grande companheira do cãozinho.

A tutora conta que agora só de ver as orelhas, Myko já sabe que pode relaxar. Ele não se importa em usá-las, principalmente porque sempre ganha um petisco logo em seguida. Os as orelhas realmente trazem conforto e acalmam o cachorro e, com isso, também trazem conforto para toda a família.

“A forma como ele se expressa, seus sentimentos, suas reações atenciosas às coisas, é tão inspirador e nos lembra de que é normal sentir medo e procurar ajuda quando você precisa”, disse Elena. “As lições que aprendemos com ele sobre coragem, segundas chances e bondade são infinitas”, completa.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários