Apesar da cara de poucos amigos, os cães desta raça são muito dóceis e companheiros
Pixabay
Apesar da cara de poucos amigos, os cães desta raça são muito dóceis e companheiros

Conhecido pelo seu focinho característico, o bull terrier é uma raça de cães amigável, brincalhona e com muito apegada aos seus tutores. O primeiro registro oficial de um cão da raça é do ano de 1862, na cidade de Birmingham, na Inglaterra. A raça foi criada pelo irlandês James Hinks, realizando o cruzamento entre buldogues e o old english terrier (raça considerada extinta).

O primeiro Bull Terrier a ser oficialmente reconhecido pelo "American Kennel Club", foi um cão chamado Nellie II, em 1885. Anos depois, nos Estados Unidos, foi fundado o Bull Terrier Club. Apesar de ter surgido de um cruzamento nada nobre - eles foram criados para ser cães de rinhas - os bull terriers acabaram se tornando bons e dóceis companheiros domésticos. 

Temperamento

Eles são cães cheios de energia e adoram brincar
Pixabay
Eles são cães cheios de energia e adoram brincar

Os cães da raça bull terrier costumam ser muito apegados aos seus tutores. Eles amam brincar com seus tutores, por isso são bem recomendados para famílias com crianças e casas com bastante espaço disponível. 

Ligeiramente teimosos, eles podem exigir um pouco de pulso firme e voz ativa, mas com um bom treinamento e costume, eles serão excelentes cães de companhia e de guarda. 


Condição física e saúde

Você viu?

São cães com muita energia e precisam praticar atividades físicas
Pixabay
São cães com muita energia e precisam praticar atividades físicas

Os bull terrier são fortes e cheios de energia. O tutor de um cão da raça deve estar ciente que precisará exercitar o seu cãozinho diariamente, tanto física, quanto mentalmente.

Quando filhote, não é aconselhável deixa-lo sozinho por grandes períodos. Caso contrário ele acabará se distraindo com os móveis da casa e o estrago pode ser grande. Por isso é importante que o tutor dê algo para que o filhote se distraia  e pratique exercícios. As atividades físicas são essenciais até mesmo para um cão já idoso, mas de maneira mais moderada.

A raça possui a tendência para doenças de pele e alergias, resultado de mordidas de insetos, como moscas e mosquitos. Os de cor mais clara também não devem ficar muito tempo expostos ao sol e é recomendado o uso de protetor solar , especialmente na área do focinho e orelhas.

As orelhas, por serem eretas, são suscetíveis a otites , por isso vale atenção redobrada por parte do tutor. Eles também não se dão muito bem com temperaturas mais baixas. Por isso o tutor deverá mantê-lo sempre bem aquecido nos dias e noites mais frios.

Os cães dessa raça são bem fortes e não costumam ficar doentes, mas é importante fazer um acompanhamento veterinário desde filhote.

Higiene

Eles são ótimos cães de companhia e guarda
Pixabay
Eles são ótimos cães de companhia e guarda

Por serem cães bem ativos, não será raro que um bull terrier apareça todo sujo. Porém, é recomendável que o tutor esteja atento para a higiene do pet. Cerca de dois banhos ao mês serão suficientes, a menos que haja alguma ocasião que demande um banho extra. Cuidado para o uso excessivo de shampoos: eles podem causa irritação na pele do animal.

Seus pelos também merecem uma atenção especial. Eles devem ser  escovados ao menos uma vez por semana, para retirar os pelos mortos e manter a pelagem saudável e brilhante.  

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários