São animais curiosos e brincalhões
Pixabay/UlliPixa
São animais curiosos e brincalhões

Animais muito populares - principalmente por se tornarem memes - bodes e cabras são mais pensados como animais de fazendas ou sítio, no entanto, estes animais também são uma excelente opção para se ter como pet.

Em diversos países, especialmente na Europa, bodes e minicabras se tornaram febre há alguns anos e são muito queridos. E não é sem motivo, bodes e cabras (e caprinos no geral, como as ovelhas, por exemplo) são muito sociáveis e se apegam facilmente aos tutores e até mesmo a outros animais de estimação – inclusive não é recomendado que se crie uma cabra sozinha.

As minicabras também são tão inteligentes quanto os cachorros, amam brincar e também podem aprender diversos truques.  Estudos também indicam que elas podem se apegar ao tutor tanto quanto cães e gatos.

A personalidade das cabrinhas

Por serem animais muito dóceis, são muito utilizadas como animais terapêuticos, especialmente no tratamento de crianças com deficiências físicas e mentais e, também como atração para os pequenos em parques e hotéis fazenda, já que esses pets se dão muito bem com crianças.

As cabras também são cheias de energia e amam dar seus pulinhos – característica muito apreciada nesses animais – por isso, não é recomendado criá-las em apartamentos ou casas com pouco espaço. O ideal é que se tenha ao menos uma chácara ou um quintal espaçoso, para que tenham onde correr e gastar toda essa energia.

A energia acumulada desses pets não é gasta apenas com brincadeiras – que, em pouco espaço, é garantia de objetos destruídos – elas também são bem barulhentas, por isso é quase certo que, em um ambiente de pouco espaço como um apartamento, o tutor de uma cabrinha não será bem visto entre os vizinhos.

Cuidados com a saúde

Cabras são companheiras e divertidas
Pixabay
Cabras são companheiras e divertidas

Para se ter uma cabra, além de um espaço amplo para que o animal possa se divertir sem destruir toda a mobília da casa – eles gostam de subir e pular sobre tudo – é preciso que o tutor esteja ciente com alguns detalhes importantes, que são importantes para a saúde desses animais.

(continua logo abaixo)

Você viu?

O local em que esse pet viverá deve ter um piso áspero, para que o casco do pet se gaste. Do contrário, esse processo deverá ser feito manualmente, cortando e lixando o casco do pet. Caso fique grande demais, o casco do animal pode rachar e, além de atrapalhar a mobilidade do animal, pode causar sérias infecções.

Mesmo que a intenção seja criar o pet em um ambiente aberto, é necessário que se tenha um local coberto para que a cabra se proteja do frio e da chuva, esses animais são suscetíveis a pneumonias, o que pode causar até mesmo a morte do pet.

Uma cabra comum, pode chegar a até 58 centímetros e 140 kg na fase adulta, enquanto que a sua versão “mini” atinge no máximo 40 centímetros e pesa até 28 kg. A expectativa de vida, em ambos os casos, é de 15 anos de idade. Se bem cuidado, esse pet pode acompanhar uma criança até a fase adulta.

Alimentação

Cabras e bodes são tão dóceis quanto cães e gatos
Pixabay/filinecek
Cabras e bodes são tão dóceis quanto cães e gatos

Como animais herbívoros, nada de dividir a ração do cachorro ou do gato com a cabra, elas precisam de uma ração própria e uma alimentação balanceada com vegetais, como capim fresco, milho e soja. O sal mineral também é importante, pois faz muito bem para a saúde, desde que seja dado sem exageros.

A atenção com a alimentação deve ser levada a sério, pois o excesso pode causar intoxicação alimentar e até mesmo levar o animal à morte. Tutores que tenham hortas em casa, por exemplo, devem tomar cuidado, pois cabras podem acabar com toda a plantação em poucos minutos.

Higiene

Cabras são pets divertidos
Pixabay
Cabras são pets divertidos

Como qualquer animal, as cabras também precisam de cuidados com a higiene para terem uma vida saudável e feliz. O casqueamento deve ser feito por um profissional e, de preferência, o pet deve ser acostumado a isso desde pequeno, para evitar estresse. Essa é uma  característica que também é comum com mini porcos,  já que os cascos desses animais nunca param de crescer.

O local em que esses pets vão viver precisa estar sempre organizado e limpinho, para evitar a proliferação de bactérias que prejudicam a saúde dos pets. Assim como os cães, as cabras também estão sujeitas a pulgas e carrapatos. Vermífugos e vacinas devem ser dados periodicamente, é importante consultar um médico veterinário.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários