Ter um bichinho de estimação em casa é com certeza um dos fatores mais pensados pelos brasileiros quando decidem ter uma casa própria ou formar uma família. De acordo com levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 62% das casas do país já têm pelo menos um cachorro ou gato como morador, porcentagem que equivale a 40,4 milhões de residências espalhadas por todas as regiões.

Mas, ao escolher o pet muitas pessoas se deparam com uma série de dúvidas. Qual o bichinho ideal para mim? Qual mais irá se adaptar à minha personalidade e a minha rotina? Qual se adapta melhor ao espaço onde eu moro? Para responder essas questões, oveterinário Vitor Castro de Souza, da AmahVet, elencou os pets ideais para cada tipo de pessoa. Confira.

Mini pig dormindo com flor laranja na cabeça
Reprodução Pinterest
Mini pig é uma das várias opções de bichinho a se ter como pet


Pouco espaço

Hamster dormindo
reprodução shutterstock
Hamsters são animais que não exigem muito espaço para viver

Para pessoas que têm pouco espaço, os roedores (hamster, gerbil, chinchila, etc) são excelentes companheiros, já que até a mais elaborada das gaiolas não ocupa muito espaço. Além disso, esses bichinhos têm a característica de interagirem muito com o tutor, serem bem brincalhões e afetuosos. Aves pequenas, como periquitos e calopsitas, também são uma boa opção para pessoas que moram em locais assim.

Quando o espaço não é um problema

Arara
Reprodução
Arara

Já para aqueles que moram em uma casa com bastante espaço, uma variedade imensa de pets podem ser boas opções. Aves exóticas (arara, mainá, papagaio, etc), cães de grande porte (são bernardo, fila, labrador, golden retriever, etc) e os cães de temperamento enérgico (como o jack russel terrier), são apenas alguns que entram nessa lista. 

Se você preza pelo sossego

jabuti
Reprodução Pinterest
Para quem tem uma vida tranquila e casa espaçosa, escolher um dos três tipos de quelônios pode ser uma boa opção

Para os mais sossegados, os répteis como os jabutis e as iguanas são boas companhias. São animais tranquilos e super fáceis de cuidar, já que não necessariamente necessitam de interação com o tutor para se sentirem satisfeitos.

Não para muito em casa?

Para as pessoas com rotina apertada e pouco tempo livre, os gatos são a melhor opção. É importante ter um ambiente enriquecido (com brinquedinhos e arranhadores). Eles são super carinhosos, se adaptam bem aos horários, são mais independentes e não exigem tanta interação do tutor. Alguns minutos por dia de atenção já bastam para criar uma boa relação com o bichano. 

Cobra
Divulgação/ AmahVet
Cobra é uma boa opção para quem não para em casa

Para quem viaja bastante ou não fica muito tempo em casa, as serpentes são, de acordo com o especialista, de longe a melhor opção. Dependendo da espécie elas se alimentam apenas uma vez por semana, quinzenalmente e, em alguns casos, apenas uma vez por mês. É um pet nada convencional, mas vem ganhando bastante espaço nos corações brasileiroa ultimamente. Mas lembre-se: nada de criar najas e outras espécies proibidas pelo IBAMA, ok? 

Para aqueles mais enérgicos

Para pessoas agitadas, o cão continua sendo a melhor opção, pois já está mais acostumado com os hábitos dos humanos e a rotina corrida. São bichinhos que gostam de muita interação, são bem ativos e correspondem com facilidade às expectativas de um tutor que gosta de se exercitar e praticar esportes, por exemplo.

Eu tenho uma criança. E agora?

Coelho
Reprodução Pinterest
Coelhinho é ótimo para conviver com crianças

Para quem tem filhos, peixes e coelhos são animais tranquilos e com cuidados simples. Embora devam ser sempre supervisionados por um adulto, é possivel atribuir às crianças algumas obrigações, por exemplo, alimentá-los. É uma boa opção como primeiro pet, pois se a criança demonstrar respeito pelo animalzinho e responsabilidade, ela pode ser recompensada com outros que exigem maiores cuidados.

 Se você está a fim de ter um pet diferente

Para quem gosta de inovar, hoje existem os mini pigs e os pôneis de jardim. A versão pequena de animais comumente encontrados no interior vem ganhando espaço nas cidades.

Mini pig
shutterstock
Os mini pigs são fofos, brincalhões e inteligentes.

Importante ressaltar que antes de adquirir qualquer espécie de animal é extremamente necessário que a pessoa se informe sobre as necessidades de cada espécie. No caso dos pets exóticos e silvestres, só se deve adquirir estes animais de criadores confiáveis e legalizados, para não contribuir com o tráfico de animais e a posse ilegal. 

    Veja Também

      Mostrar mais