Gatos são animais de estimação extremamente fofos, mas também independentes, territorialistas e seguros de si. Eles gostam de ficar na deles na maioria do tempo e têm aquele ar de superioridade com todos à sua volta. Alguns tutores, inclusive, podem pensar que eles se sentem os verdadeiros donos da casa e que, na verdade, você que é o "bichinho" dele, e não o contrário.

A veterinária Adriana Souza dos Santos, clínica geral da Amavet, cita os sinais que o felino demonstra que tornou-se "dono" dos moradores da casa, das caminhas, dos potinhos de ração/água, de tudo. Acreditem ou não, gatos podem amar tanto o ser humano a ponto de querer chamá-lo de seu.

Gato de rosto amarelo e branco lambendo a pata
Reprodução/ Pixabay
Sinais que seu gato é seu dono


1- Marcação do seu território 

via GIPHY

A primeira coisa que conseguimos notar é a marcação de território, quando o gato começa a se esfregar nos móveis, nos brinquedos, nos arranhadores e até no ser humano. Isso significa que ele está deixando seu cheirinho em tudo que ele considera dele (sim, o ser humano também entra nessa marcação).

Eles costumam fazer esse tipo de artimanha porque, em seu rosto, possuem glândulas que secretam feromônios, fazendo com que o cheiro fique por todos os locais da casa. Além disso, suas patinhas possuem glândulas secretoras de feromônio também, e por isso o bichano arranha sofás, camas, mesas, etc. 

2- Não dá a mínima para os seus comandos

via GIPHY

Um exemplo disso é eles irem por lugares da casa que você não permitiu, como em cima da geladeira, do armário, dentro do guarda-roupa, de pias, no banheiro. Não importa o que você disser, eles vão simplesmente fingir que não é com eles e ignorar seus comandos.

Além disso, lugares altos que você provavelmente tem medo que seu gato vá, deixam o animal confortável o suficiente para observar toda a extensão do território, intensificando ainda mais seu territorialismo e controle das coisas. Por isso, na maioria das vezes, o seu gatinho nem se importa quando você manda ele descer de algum lugar.

3- Ele quer que você o obedeça

via GIPHY

Eles podem não obedecer aos seus comandos, mas o contrário com certeza está liberado. Ai de você se não der carinho, comida, brinquedo, ou qualquer outro objeto para ele no momento que ele quer. É como se você fosse feito para servi-lo quando ele bem entender.

4- Domina sua cama e o seu sofá

via GIPHY

Quando perdem o medo, e ganham confiança com o território, os gatinhos buscam locais confortáveis para passar boa parte do dia, como a sua cama, ou o seu sofá. Tutores com mais de um gato podem até encontrar certa dificuldade para encontrar um cantinho na cama para dormir ou um espaço no sofá, já que provavelmente ele será totalmente dominado pelo felino.

 5- Escolhe finalmente um “tutor de estimação”.

via GIPHY

Os felinos tendem a interagir com os seres humanos roçando entre as pernas dos tutores e geralmente escolhem determinada pessoa da casa para interagir e ter uma maior comunicação, deixando nesta pessoa seu odor. É como se dissesse: "Esse é meu!!!"

O indivíduo escolhido será sua pessoa favorita e, na cabeça do bichano, será como se tivesse posse sobre seu novo "tutor de estimação". A veterinária Adriana ainda atenta para algo importante: felinos que sofrem mudança repentina de comportamento podem estar querendo te "mostrar" algo, portanto é muito necessário ficar atento ao seu animalzinho. 

E, qualquer dúvida, busque a ajuda de um profissional.

    Veja Também

      Mostrar mais