Com a recomendação da Organização Mundial da Saúde de não sair de casa durante a pandemia do coronavírus, os passeios dos pets foram comprometidos. Porém, é de extrema importância que eles continuem ativos para seu bem-estar físico e emocional. Uma alternativa, tanto para os bichos, quanto para os donos, é promover brincadeiras específicas para gerar atividade.  

Cachorro mordendo brinquedo
Shuttersock
As brincadeiras são importantes para manter o bem estar físico e emocional do pet

Natália Lopes, veterinária e representante de WALTHAM™ no Brasil, evidencia a importância das brincadeiras como forma de manter a rotina física do pet na quarentena. De acordo com a especialista, essas atividades evitam o sobrepeso e estimulam a atividade muscular. Além disso, pesquisas do WALTHAM™ Petcare Science Institute, parte da Mars Petcare, indicam que elas também podem funcionar como "amortecedores de estresse" para os animais e também para seus donos, já que o confinamento pode levar a quadros de ansiedade e estresse.

Leia mais: Confira dicas para deixar o gato tranquilo dentro de casa

A especialista separou uma lista com exemplos de brincadeiras para cães e gatos realizarem com seus tutores em casa.

Brincadeiras para cães

  • Comedouros interativos: são comedouros onde o animal conta com "obstáculos" para conseguir se alimentar. Existem de vários tipos, com diversos empecilhos diferentes. Ajudam as refeições a durarem mais promovendo um esforço físico e mental no animal.
  • Jogar a bolinha: a mais tradicional brincadeira com os cães é também uma das que mais gasta energia, promovendo a corrida  e uma super empolgação, visto que é uma das brincadeiras que eles mais gostam. É ótima para fortalecer a ligação entre o dono e o animal devido à interação direta que ocorre entre os dois.
  • Adestramento: além de manter o pet ativo, pode ser um aprendizado mental para ele, além de também fortalecer a relação com o dono.
  • Esconde-esconde: o faro dos cães é altamente potente, então provavelmente ele te encontrará em segundos. Porém, não deixa de ser uma brincadeira que despertará muito a curiosidade do pet e o fará se envolver rapidamente com muita animação.

Leia mais: Como entreter o cão dentro de casa durante a quarentena do coronavírus

Brincadeiras para gatos

  • Comedouros interativos: a ótima alternativa para os cães também funciona para os gatos, promovendo o esforço físico e deixando eles intrigados com os diversos obstáculos na hora da refeição.
  • Caixas de papelão: um objeto aparentemente simples, mas que ganha toda a atenção dos bichanos. Eles adoram e se ganharem uma, podem ficar horas brincando com ela. Para ajudar nessa interação, você ainda pode fazer furos pela caixa e pendurar brinquedos em cima dela.
  • Bolinhas de papel: é uma brincadeira simples, e também muito eficaz de conseguir manter os bichanos extremamente ativos. Faça algumas bolinhas com papéis usados para rascunhos e espalhe elas pela casa. O gato ficará brincando com elas por um bom tempo.
  • Arranhadores: clássicos que valem ouro! Os arranhadores são a brincadeira que os gatos mais gostam. E, além de gastarem energia, suas unhas ficarão afiadas, evitando que ele arranhe móveis e cortinas durante esse tempo em casa.
Gato dentro de caixa de papelão com a cabeça para fora
shutterstock
Caixas de papelão podem servir de esconderijos e brinquedos para os gatos

Natália Lopes explica que a prática de brincadeiras deve ocorrer pelo menos uma vez ao dia. No caso dos cães o ideal é de duas vezes. "Caso a rotina do pet tenha uma frequência maior de exercício (como caminhar para fazer as necessidades duas ou três vezes por dia), é importante que o tutor tente manter a frequência habitual, mas sempre seguindo as diretrizes do governo e mantendo distância de outras pessoas e animais, conforme recomendações de saúde."


    Veja Também

      Mostrar mais