A pandemia do novo coronavírus fez com que muitas cidades brasileiras decretassem situação de emergência . Até o momento da publicação desta matéria as secretarias estaduais de saúde já haviam confirmado 350 casos da Covid-19 no Brasil. Diante desse cenário, a recomendação é que as pessoas evitem sair de casa - atualmente, forma mais eficaz de evitar contágios, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

cachorro de máscara arrow-options
Divulgação
Entreter os cães com brincadeiras durante o período de quarentena do coronavírus é importante

Leia também: Em tempos de coronavírus, entenda a doença em cães e gatos

Mas, quem tem um cachorro que está acostumado a passear na rua todos os dias sabe como a quarentena do coronavírus pode ser complicada. Para evitar muito estresse, André Almeida, do Adestramento Comportamental, dá algumas dicas para garantir o gasto de energia do cão mesmo que dentro de casa. Assista ao vídeo

Como André afirma, a melhor coisa a se fazer durante a quarentena é deixar a alimentação do cachorro bastante regrada e fazer brincadeiras diversas ao longo do dia - deixando o animal descansar depois de comer.

Porém, o problema pode ser um pouco mais complicado para os donos de cães que só fazem as necessidades na rua. O treinamento para xixi e cocô no lugar certo dentro de casa requer tempo e paciência, ou seja, não será resolvido em poucos dias.

Leia também: Cães e gatos transmitem coronavírus? Veterinária lista 22 zoonoses conhecidas

"O dono pode dar uma passeada na rua com o cachorro, mas sempre evitando aglomerações e diminuindo o tempo do passeio, que deve ser apenas para as necessidades. Evitar contato com as pessoas é importante. Voltou para casa, faz a higiene da pata do cachorro e a sua", indica André. No restante do tempo é cachorro em casa e muitas brincadeiras para entretê-lo. 


    Veja Também

      Mostrar mais