Tamanho do texto

A Casa do Gato, montada pela Royal Canin em São Paulo, promove experiências sensoriais para as pessoas vivenciarem o cotiano dos bichanos

Os donos de gato estão cada vez mais próximos de seus pets, que hoje se tornaram verdadeiros membros da família. A Casa do Gato , espaço montado pela Royal Canin em São Paulo, promete estreitar ainda mais essa relação por meio de experiências sensoriais que permitem vivenciar o cotidiano dos bichanos. 

A casa, localizada próxima a Avenida Paulista, possui 8 estações que exploram tato , paladar , audição e olfato . Na "Sala sensações" o visitante veste luvas que são patas de gatos, com garras e tudo, e pode passá-las por superfícies que representam itens do dia a dia do animal como sofá, carpete, caixa de papelão, isopor e arranhador. Com a experiência é possível entender o porquê dos felinos gostarem tanto de arranhar. 

Leia também: Já viu uma exposição de gatos de raça? Saiba como é

luvas que são patas de gato arrow-options
Larissa Sant'Ana/ Portal IG
As luvas representam patas de gatos

Em outra sala, óculos e controles de realidade virtual permitem enxergar, andar e pular como um gato. É possível passear por uma sala e interagir com o ambiente sempre na  perspectiva do felino, entendendo bem como funcionam as dimensões para ele - tudo muito grande.

No vídeo abaixo é possível entender como essa vivência funciona na prática (o que passa no monitor é o que é visto nos óculos). 

Ao colocar os óculos, o que chama mais atenção é a visão um pouco embaçada. Natália Lopes, que faz parte do time científico da Royal Canin, explica que "O gato tem a visão tridimensional  e enxerga com profundidade como os humanos, mas vê principalmente nos tons pastéis e por isso não possui a nitidez como a gente". 

Audição e paladar também são sentidos explorados no espaço. Áudios mostram a intensidade com que gatos escutam os barulhos do dia a dia dentro de casa , tanto na cidade quanto no campo (ouça abaixo). Comidas que misturam texturas macias, cremosas e crocantes - como um potinho que juntava queijo, doce de leite e castanhas - também foram oferecidas para explicar que os gatos têm 20 vezes menos papilas gustativas do que os humanos, ou seja, não sentem sabor e por isso gostam tanto das rações úmidas. 


Leia também: Dar sachê de comida molhada para o gato é importante para a saúde dele

totens com fones arrow-options
Larissa Sant'Ana/ Portal IG
Os visitantes podem colocar os fones e ouvir como os gatos
comida arrow-options
Larissa Sant'Ana/ Portal IG
Comidas humanas de diferentes texturas foram misturadas para explicar o paladar dos gatos

Além das experiências sensoriais, o espaço contará também com palestras, oficinas de brinquedos para gatos com materiais caseiros, orientação de especialistas sobre castração e controle de peso e consultas veterinárias gratuitas feitas em uma van itinerante que depois atenderá em alguns pontos de São Paulo.

van itinerante arrow-options
Larissa Sant'Ana/ Portal IG
Van itinerante atenderá na Casa do Gato e em outros pontos da cidade de São Paulo

O espaço faz parte da campanha “Saúde é única para cada gato – Meu Gato no Vet” da Royal Canin. A Casa do Gato tem entrada gratuita e estará aberta ao público nos dias 6 (das 12h às 19h), 7, 8, 14 e 15 de setembro (das 10h às 19h).